Nesta segunda-feira (11), a clonagem de Whatsapp se tornaram frequentes em todo o Brasil e chegaram com toda a força em Vitória da Conquista. Dezenas de vítimas já registraram queixas no Disep relatando que o número foi clonado, e que os criminosos tentaram roubar dinheiro de seus contatos.

A vítima dessa vez foi Élvio Magalhães, que é o chefe de gabinete do deputado estadual Fabrício Falcão. Prints de mensagens que obtidas pela nossa equipe mostram a tentativa do golpista de conseguir dinheiro de um dos contatos da vítima através da ferramenta PIX. O criminoso afirma que precisa fazer uma pagamento por transferência bancária, mas o aplicativo de seu banco não está finalizando a transação. Por sorte o outro usuário estava atento à possibilidade de golpe.

A principal dica para se proteger da clonagem do WhatsApp é ficar sempre atento para ofertas muito tentadoras, além de evitar o compartilhamento de informações como o código PIN do WhatsApp. Manter a autenticação em duas etapas ativada também garante uma dose de segurança extra durante o uso do app.