...

 A entidade avalia que o consumidor brasileiro deve começar a sentir os efeitos em breve
A Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados (Abimapi) comunicou, por meio de nota, que os preços dos produtos devem subir nas próximas semanas, em decorrência da guerra entre Rússia e Ucrânia. Os embarques dos dois países, que respondem por 30% das exportações mundiais de trigo, estão suspensos.
“A disparada da cotação do trigo começa a ser sentida pelos fabricantes nas negociações com os fornecedores, porém existe a entrega de farinha compromissadas em contratos antigos. O que se pode afirmar é que haverá reajustes de preços nas próximas semanas, mas, com o horizonte indefinido, já que a cada notícia da guerra, o preço do trigo no mercado internacional oscila para cima ou para baixo com valores expressivos”, informa a entidade em nota enviada à imprensa.
De acordo com a entidade, o Brasil produz menos da metade do trigo consumido e precisa importar grandes quantidades do grão de países do Mercosul, sobretudo da Argentina, do Canadá e dos Estados Unidos.
“A elevação do preço do grão impacta diretamente os valores de produção para os fabricantes das categorias representadas pela Abimapi. Nas massas, em média, 70% do custo é de farinha. Nos biscoitos, o peso é de 30%, e nos pães e bolos industrializados, de 60%.”
A entidade avalia que o consumidor brasileiro deve começar a sentir os efeitos em breve, quando as indústrias comprarão as novas safras.