A Bahia tem sido afetada por chuvas constantes nas últimas semanas, que ocasionaram diversos danos em algumas áreas do estado, vítimas fatais, pessoas desabrigadas e desaparecidas. Toda essa chuva tem relação com a formação de alguns fluxos intensos, constantes e persistentes de umidade que vem da região amazônica até o estado baiano, conhecido como Zona de convergência do Atlântico Sul (ZCAS). A informação é do instituto de meteorologia Climatempo.

O sistema de baixa pressão atmosférica que atua na costa do Sudeste, e dá origem a uma nova frente fria avança em direção a Bahia e ajuda a intensificar a chuva e os temporais, aumentando a incidência de raios e ventania. Além disso, a frente fria vai ficar estacionária na costa da Bahia e canaliza a ZCAS que atua entre a Região Norte do país e o estado baiano. Ainda estão previstos temporais e altíssimos volumes de chuva, com potencial para transtornos como alagamentos, deslizamentos de terra e transbordamento de rios e córregos.

Durante esse sábado de Natal  a frente fria ainda vai atuar organizando o fluxo de umidade (ZCAS), o que vai manter a condição para chuva e fortes tempestades ao longo do feriado, em todo o estado. Estima-se que deva chover mais de 100mm durantes esses dias e, que em algumas áreas, a chuva ultrapasse os 200mm facilmente.