Governador Rui Costa (PT) fez críticas ao pré-candidato ao governo baiano e ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (UB), após acuações de que o PT tem ameaçado prefeituras pelo interior do estado

O governador Rui Costa (PT) fez críticas ao pré-candidato ao governo baiano e ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (UB), após acuações de que o PT tem ameaçado prefeituras pelo interior do estado, no período eleitoral, na aquisição de acesso a convênios e recursos que serão destinados às melhorias da infraestrutura das cidades baianas. As declarações foram dadas em coletiva nesta segunda-feira (13).

“Cada um mede o outro pela sua própria regra. No São João, fizemos edital e até prefeitos de oposição se habilitaram e vão receber recurso. Agora, não vejo palavra dele para dizer que tão usando o dinheiro da Codevasf, do orçamento secreto. Por qual motivo não fala disso? É vergonha ou cara de pau? ”, disse o governador.

Ainda segundo o governador, Neto tem feito alianças com o presidente Jair Bolsonaro para barrar os investimentos em infraestrutura na Bahia. Rui ainda colocou na conta do ex-prefeito da capital uniões políticas que facilitaram o processo de privatização da antiga Refinaria Landulpho Alves (RLAM), agora conhecida como Refinaria de Mataripe.