Um vídeo que viralizou nas redes sociais neste fim de semana mostra um agressor espancando um homem, dentro de uma oficina mecânica de ar-condicionado em Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá, para cobrar uma dívida de R$ 500. A cena foi filmada por outra pessoa, que também fazia ameaças enquanto gravava.

O agressor foi identificado pela Polícia Civil como Gustavo Henrique Albanez. Nas imagens, ele aparece bebendo uma cerveja e dá socos e tapas na vítima.

Além disso, faz ameaças e chega a quebrar uma garrafa na cabeça do rapaz. A vítima não reagiu em nenhum momento.

O fato aconteceu na quinta-feira (3), mas só chegou até a polícia no sábado (5), após as imagens serem compartilhadas em grupos na internet.

Gustavo Albanez gravou um vídeo após a repercussão do caso se retratando.

O delegado Adil Pinheiro, que acompanha o caso, disse que o inquérito foi instaurado no sábado (5) e que, caso sejam condenados, os envolvidos podem pegar de dois a oito anos de prisão.

“Estamos instaurando um inquérito policial de tortura, tanto pela pessoa que aparece batendo, agredindo a vítima, quanto pelo que filma”, afirma.

A polícia ainda suspeita que os dois agressores tenham saído da cidade e recomenda que eles se apresentem à delegacia pois correm o risco de moradores quererem fazer justiça com as próprias mãos, já que o vídeo teve grande repercussão nas redes sociais.                                                     policia consegue prende um dos agressores