Em Itabuna, somente parentes e aderentes pelegos desacreditam das pesquisas, que revelam o fato de Geraldo Cabeça de Pitu, não ter mais votos nem para ser eleito vereador!

As duas maiores cidades sulbaianas estão em plena efervescência política e eleitoral, com prefeituráveis para todas opções e decepções ideológicas. Entre os ilheenses, existem 14 pretendentes em suceder o atual Prefeito, Mário Alexandre (PSD), que ainda não divulgou o nome do seu prefeiturável para a eleição do próximo ano.

Itabuna vive um momento inusitado de partidos tendo acaloradas disputas internas, para decidirem quem os representarão na campanha majoritária de 2024. No Republicanos a peleza está sendo travada por Isaac Nery, Dinailton Oliveira e Pastor Elias Fernandes, além das possibilidades de lançar o ex-prefeito capitão Azevedo, ou apoiar a reeleição do Prefeito Augusto Castro.

Outro balaio de Gatos em Itabuna, está acontecendo no PT, com uma ala favorável ao lançamento de cadidatura própria e um número maior de militantes favorável ao ajuntamento de forças dos partidos que apoiaram Lula e Jerônimo e neste contexto está a pretensão de coligação com o PSD. Ontem a maioria dos petistas decididu pelo apoio a reeleição de Augusto.

Em Ilhéus existem pelo menos 14 pré-candidatos a prefeito para as eleições do ano que vem. Entre os pré-candidatos, estão o ex-presidente da Câmara Municpal, Jerbson Moraes (PSD), o ex-prefeito Jabes Ribeiro (PP), e o ex-deputado federal e atual vice-prefeito da cidade, Bebeto Galvão (PSB) e o Tenente Coronel Rezende (PL). Marão por já ter sido reeleito, não poderá ser candidato.

Em Itabuna são 7 os prefeituráveis e entre eles estão o Prefeito Augusto Castro, que tentará quebrar uma tradição dos itabuennses nunca reelegerem prefeitos; o vice-prefeito Endrson Guinho (UB), Fabrício Pancadinha e o ex-prefeito Capitão Azevedo (PDT).

Em Ilhéus os candidatos a prefeito são Bento Lima (PSD),  Aldemir Almeida (PP), Jerbson Moraes (PSD), Lôra (PSD), Adelia Pinheiro (PT), Vinicius Alcântara ( Cidadania), Makrisi Angeli ( PT), Marcos Flávio (Podemos), Saulo (Novo), Augustão (PT), Paulo Medauar Reis (PDT), Valderico Junior ( UP) e Tenente Coronel Rezende (PL).

Em Itabuna os prefeituráveis são Augusto Castro (PSD), Capitão Azevedo (PDT), Enderson Guinho (UB), Isaac Nery (Republicanos), Chico França – PL, Fabrício Pancadinha (SDD), Pastor Elias Fernande (Republicanos), Zem Costa (Psol-Rede), Geraldo Simões – MDB, Delliana Ricelli – PSOL-Rede, Dinailton Oliveira (Republicanos) e ainda não há confirmações das candidaturas de Pedro Eliodoro (UP) e Zé Roberto (PSTU).

A Legislação Eleitoral exige que o período oficial da campanha dos candidatos a Prefeito e vereador, só comece em 31 de Julho, mas este prazo de validade está sendo negligenciado por todos prefeituráveis, cujos registros só poderão ser requisitados após as convenções partidárias, que serão realizadas entre 20 de Julho a 05 de Agosto. O prazo para registro das candidaturas termina no dia 15 de Agosto.

Compartilhe: