Foto: Reprodução / TV Sudoeste

Uma equipe da TV Sudoeste foi agredira durante um trabalho em Vitória da Conquista. O jornalista Edson Nunes e o cinegrafista Taniel Carlos apuravam denúncias na Unidade de Saúde do Miro Cairo quando foram impedidos de fazer as imagens. Um vigilante abordou Taniel e colocou a mão na câmara. Momentos do fato foram registrados pelos equipamentos da emissora e também por moradores que acompanhavam a cena. Em nota enviada, “a Prefeitura de Vitória da Conquista reitera que repudia veementemente todo e qualquer ato de violência realizado por qualquer pessoa e lamenta o ocorrido. O tratamento dado pelo funcionário à equipe de reportagem não reflete de forma alguma a conduta de respeito e diálogo defendida pela atual gestão. A Administração Municipal adotará todas as medidas administrativas necessárias para apurar o ocorrido e tomar as devidas providências, de acordo com o Regime Jurídico Único (Lei nº 1.786/2011), considerando que o servidor infringiu os incisos 5 (alínea a), 9 e 11 do artigo 128 desta Lei. Em tempo, a Secretaria de Saúde informa que o abastecimento de água na Unidade de Saúde da Família do Miro Cairo foi restabelecido por volta das 15h desta terça-feira, 28. Informa ainda que o atendimento ocorreu normalmente pela manhã”. O fato foi registrado no Distrito Integrado de Segurança Pública