WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

prefeitura de pocoes



fevereiro 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28  


cobra produtora marcus solla acougues angelica fabricio

:: ‘Destaque1’

AVIÃO COM QUASE 130 MIL DOSES DA VACINA DE OXFORD DESEMBARCA EM SALVADOR

Um avião com 129,5 mil doses da vacina de Oxford/AstraZeneca desembarcou no aeroporto de Salvador no início da tarde de hoje (24), por volta das 11h20. As doses chegaram em um voo comercial e serão levadas para a sede do Grupamento Aéreo (Graer) da Polícia Militar. De lá, as vacinas passarão por uma checagem antes de serem distribuídas para os municípios.

Segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Salvador, onde a vacinação da 1ª dose está suspensa, quando as vacinas estiverem em mãos da administração municipal, será divulgada a estratégia da retomada da imunização. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), a previsão é que outro avião chegue ao aeroporto de Salvador, às 21h20 desta quarta. A aeronave transportará 79, 2 mil doses da vacina CoronaVac.

Com 417.396 vacinados contra o coronavírus, dos quais 69.964 receberam também a segunda dose, até as 15h de ontem (23), a Bahia é um dos estados do país com o maior número de imunizados.

Fonte: Metro1

CONQUISTA: Polícia desestrutura tráfico de drogas no bairro Brasil

Durante patrulhamento na avenida Guanambi, bairro Brasil, foram avistados dois individuos em atitude suspeita, que evadiram ao visualizarem as guarnições, sendo então, contidos pelos militares.
Após a abordagem, os policiais encontraram em posse dos suspeitos certa quantidade de substância semelhante a cocaína e a maconha.

Após serem questionados sobre a droga, informaram que era para venda, e que teria mais em sua residência. Ao prosseguir com a abordagem os agentes localizaram no local indicado mais substâncias semelhante a maconha. Em seguida, os dois indivíduos foram conduzidos ao DISEP para a adoção das medidas cabíveis. *Blog do Léo Santos.

CONDUZIDOS
L.G.L. (24 anos)
G.H.S.P (21 anos)

MATERIAL APREENDIDO
257 g de maconha
15 g de cocaína
01 Balança digital
R$ 12,00 em espécie
01 aparelho celular iPhone

Polícia acaba com festa de aniversário dentro de condomínio em Conquista

Policiais militares acabaram uma festa de aniversário, na noite dessa terça-feira (23), por volta das 20h, no bairro Miro Cairo, em Vitória da Conquista.

Segundo a polícia, durante rondas pelo bairro, os policiais encontraram uma aglomeração de pessoas em uma residência, de um condomínio.

As pessoas estavam comemorando aniversário e ouvindo música com som abusivo.

A dona da casa e a caixa de som foram levados para a delegacia.

STF autoriza estados e municípios a comprar vacina

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria para autorizar estados e municípios a comprar e distribuir vacinas. Com a decisão, prefeitos e governadores poderão adquirir os imunizantes caso doses do Programa Nacional de Imunização sejam insuficientes.

O julgamento termina ainda nesta terça e, até o início da tarde, seis dos 11 ministros já haviam votado para permitir a compra – além do relator Ricardo Lewandowski. Eles são: Edson Fachin, Alexandre de Moraes, Marco Aurélio, Gilmar Mender, Dias Toffoli e Cármen Lúcia.
O entendimento firmado pela Corte é de que Estados e municípios podem comprar e distribuir vacinas caso o Ministério da Saúde falhe ou seja omisso com o Plano Nacional de Imunização (PNI) ou na hipótese em que a cobertura planejada pela pasta não seja suficiente contra a doença.
Além das já aprovadas no país, podem ser importadas as registradas na Europa, Estados Unidos, Japão ou China, caso Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) não autorize o imunizante em 72 horas.
A ação foi apresentada no fim de 2020 pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e é julgada em plenário virtual.

Relator

Em seu voto, Lewandowski apontou que embora seja de responsabilidade do Ministério da Saúde coordenar e definir as vacinas que vão integrar o PNI, tal atribuição não exclui a competência de Estados e municípios para adaptá-lo às suas realidades locais.

“O federalismo cooperativo, longe de ser mera peça retórica, exige que os entes federativos se apoiem mutuamente, deixando de lado eventuais divergências ideológicas ou partidárias dos respectivos governantes, sobretudo diante da grave crise sanitária e econômica decorrente da calamidade pública causada pelo novo coronavírus”, anotou o ministro. “Bem por isso, os entes regionais e locais não podem ser alijados do combate à Covid-19, notadamente porque estão investidos do poder-dever de empreender as medidas necessárias para o enfrentamento da emergência sanitária resultante do alastramento incontido da doença”.

Lewandowski foi acompanhado pelos ministros Edson Fachin, Alexandre de Moraes, Marco Aurélio Mello, Cármen Lúcia e Dias Toffoli. O julgamento está sendo realizado no plenário virtual, plataforma na qual os ministros depositam seus votos e manifestações ao longo de uma semana.

Outra frente

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), apresentou um projeto de lei para permitir ao poder público assumir riscos referentes à vacina contra COVID-19 e autorizar o setor privado a comprar doses do imunizante. A proposta foi protocolada após reunião no dia anterior com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.
De acordo com o projeto de Pacheco, a União, os Estados e os municípios poderão assumir os riscos referentes à responsabilidade civil de eventos adversos após a vacinação, desde que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) tenha concedido o registro ou a autorização temporária de uso emergencial do imunizante.
A intenção é agilizar a compra de laboratórios que exigem esse tipo de cláusula contratual, como os produtores da Pfizer e Janssen. Nesta terça-feira, 23, a Anvisa aprovou o registro definitivo da vacina produzida pela Pfizer no País. Há divergências, porém, em relação a cláusulas impostas pela farmacêutica, como a previsão de que a União assuma riscos e custos de efeitos colaterais.
O texto de Pacheco também autoriza as empresas privadas a comprar doses dos laboratórios. As companhias, porém, deverão doar os produtos integralmente para o Sistema Único de Saúde (SUS). O setor privado só estará autorizado a comercializar ou utilizar as vacinas diretamente após o término da imunização dos grupos prioritários, como idosos e profissionais de saúde, pelo setor público.
“Desse modo, estaremos colaborando com o Poder Executivo da União, Estados, Distrito Federal e municípios para o enfrentamento dessa crise tão aguda e grave, que tanto mal tem causado ao povo brasileiro”, afirmou Pacheco na justificativa do projeto.
(Com informações da Agência Estado)

Conquista: Carreta carregada com cerveja tomba na BR-116 e carga é saqueada

Uma carreta carregada com cerveja tombou, por volta das 16h30 dessa terça-feira (23), na BR-116, a 12km de Veredinha, trecho de Conquista.

A nossa reportagem foi informada que o motorista da carreta ficou ferido e foi socorrido para o Hospital de Cândido Sales.

A carga de cerveja foi derramada na pista e saqueada.

A pista ficou interditada das 16h40 às 17h30.

BOLETIM COVID-19 POÇÕES-BA 23/02/2021

Segue o boletim em novo formato, primando por informar a população de forma transparente e de fácil entendimento.

Noiva com câncer realiza sonho de casar 10 dias antes de falecer

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Apesar de breve, a história de amor entre Adarlele Andrade, de 26 anos, e Ruan Pablo de Lara, de 28 anos, é capaz de emocionar até os corações mais duros. A jovem noiva realizou o sonho do casamento mesmo em fase terminal do câncer, subindo ao altar dez dias antes de falecer, em 16 de fevereiro.

A luta contra a doença iniciou para Adarlele quando ela ainda era criança. Aos seis anos, foi diagnosticada com câncer no rim. Mas, após a retirada do órgão, venceu a doença. Em 2018, contudo, ela foi diagnosticada com um raro tipo de câncer nos ossos: sarcoma de Ewing. A dor, porém, não impediu que Adarlele encontrasse o amor.

Leia também

Em 2020, a jovem começou a namorar Ruan. E, após meses de relacionamento, eles decidiram marcar o casamento para dezembro.

Ruan entrou na vida dela já sabendo de todos os desafios por causa do tratamento. Mesmo assim, enfrentou o relacionamento. O amor de ambos foi tão recíproco que, em um mês, começaram a namorar e marcaram o casamento. Nada foi por caridade. Todo mundo sentia que ele gostaria realmente de casar com a Adarlele. Todos sabiam que ela poderia perder a vida, mas não tão rápido – revelou um dos padrinhos do casamento, Felipe Vetterlein, ao portal Uol.

A pandemia, entretanto, forçou o casal a adiar a cerimônia para fevereiro. Nesse período, Adarlele sofreu uma piora, e os médicos do Hospital das Clínicas de Curitiba informaram que o tratamento dela não seria capaz de reverter a doença. A notícia fez com que o casamento precisasse ser apressado.

Nas semanas que antecederam o casamento, ela teve uma piora muito séria. Toda a família fazia orações para que o casamento acontecesse e, assim, [se] realizasse seu grande sonho. Na semana da cerimônia, teve um dia em que ela ficou muito ruim e não conseguia nem falar – contou Felipe ao portal ND +.

SOBRE O TAPETE VERMELHO

A proximidade do casamento, porém, animava Adarlele e a fazia esquecer das dificuldades. Sua história comoveu o Hospital e também a Prefeitura de União da Vitória, que se mobilizaram para ajudar a realizar o último desejo da jovem. A equipe médica a levou para provar o vestido de noiva, e a prefeitura disponibilizou ambulância na porta da igreja no dia da cerimônia para casos urgentes.

No dia 6 de fevereiro, em União da Vitória, no estado do Paraná, a noiva entrou na igreja. Ela estava de cadeira de rodas, mas surpreendeu os amigos e familiares ao decidir se levantar e caminhar até o altar.

A forma como ela entraria ainda era um mistério. Eles a levaram de cadeira de rodas até metade do corredor. Neste momento, ela levantou e terminou o caminho andando. Tenho certeza [de] que, mesmo os corações mais duros, choraram nesse dia – relembra o padrinho.

Governador anuncia início do ano letivo na rede estadual de ensino

O início do ano letivo 2020/2021 na rede estadual de ensino está programado para o próximo dia 15 de março, de forma 100% remota. O planejamento foi anunciado pelo governador Rui Costa e pelo secretário da Educação, Jerônimo Rodrigues, durante o Papo Correria desta terça-feira (23). A volta do ensino no modo presencial não tem data prevista e está condicionada aos parâmetros sanitários relacionados à Covid 19 no Estado.

O governador destacou que o início das aulas com atividades remotas irá contemplar todos os alunos da rede estadual. “Adotamos uma estratégia que irá atender a todos os alunos da rede estadual. Desde o início da pandemia, eu afirmei que não iria aceitar uma solução que alcançasse um número pequeno de alunos. Temos muitos estudantes que moram na zona rural e que não têm sequer sinal de celular. Por isso, estamos implementando esse início remoto das aulas, que não se trata de aula virtual por entender que não contemplaria os alunos que não têm sinal de telefone ou banda larga”, afirmou Rui.

Jerônimo Rodrigues explicou como foi planejado o início das atividades. “Nós podemos detalhar essas atividades, neste primeiro momento, em três datas. No dia 1º de março, nós chamaremos os profissionais da educação para se prepararem e, para a divulgação, com maior força, do que nós iremos fazer. No dia 8 de março, nós iniciaremos a jornada pedagógica Paulo Freire, fechando um ciclo de planejamento e preparação da rede estadual. No dia 15 de março, iniciaremos as aulas de forma remota”.

O planejamento da Secretaria da Educação do Estado prevê a realização dos dois anos letivos, de 2020 e 2021, até o dia 29 de dezembro, com 1.500 horas aula. Serão três fases de atividades escolares. Após a etapa 100% remota, será a vez da fase híbrida, com três dias da semana de aulas remotas e outros três de aulas presenciais e, por fim, a retomada das aulas 100% presenciais.

Matrícula automática

A matrícula dos estudantes que já fazem parte da rede estadual de ensino será automática, ou seja, não será preciso se dirigir às unidades escolares ou fazer qualquer tipo de atualização cadastral via internet. Para os estudantes que irão ingressar na rede estadual, um calendário específico está em fase elaboração e será divulgado em breve. “Nós vamos disponibilizar canais de comunicação com a escola, com a Secretaria, com a Ouvidoria, para tranquilizar os pais sobre a matrícula”, acrescentou Jerônimo.

De acordo com a Secretaria da Educação, foram selecionadas plataformas digitais qualificadas, cadernos de conteúdo e livros didáticos para garantir o ensino e a aprendizagem na primeira fase do ano letivo. “Nós continuaremos usando a TVE, agora com um canal específico, o Educa Bahia, para que a gente possa deixar permanente, durante todo o dia, as atividades programadas de educação e as lives que nós achamos importantes”, completou o secretário.

Prefeitura de Jequié suspende funcionamento de bares, academias e igrejas

A prefeitura de Jequié publicou um decreto, nessa segunda-feira (22), com medidas mais rígidas no combate à covid-19.

Segundo a prefeitura, está suspenso o funcionamento de bares, academias, quadras esportivas e atividades nas igrejas e templos religiosos.

O decreto será válido até o dia 01 de março.

Jequié está com 1.245 casos ativos de covid-19 e 222 mortes ocasionadas pela doença.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI Covid é de 90%.

23/02 – Vacinômetro atualizado!



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia