Adílson Lima matou a companheira grávida de nove meses e foi preso pela equipe da 15ª Coorpin/SerrinhaAdílson Prado Lima Júnior, de 25 anos, foi preso em flagrante, no domingo (17), pelo feminicídio da companheira Daiane Reis Mota, encontrada morta na localidade de Barra do Vento, na cidade de Serrinha. Adílson chegou a procurar a Delegacia Territorial (DT) para denunciar o desaparecimento da mulher, que estava grávida de nove meses, mas acabou caindo em contradições durante o depoimento.
O delegado Hildebrando Alves da Silva, coordenador regional em exercício, na 15ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Serrinha), informou que Adílson contou na delegacia que Daiane não retornou mais para casa depois de sair para fazer compras.
Durante as investigações, a polícia apurou que Daiane saiu de casa pela última vez com o companheiro, utilizando um veículo pertencente ao irmão dela. Imagens de câmeras de segurança colhidas pela polícia revelaram que o veículo utilizado pelo casal esteve no local onde o corpo de Daiane foi localizado, posteriormente.
Diante das informações apresentadas pela polícia, Adílson acabou confessando o crime. De acordo com o delegado Paulo José se Oliveira, da Coorpin/Serrinha, a carteira e o celular da vítima foram encontrados sobre um armário na casa do casal.
“Ele disse ter escondido os pertences da vítima em casa para dificultar a localização e identificação do seu corpo”, esclareceu o delegado. Adílson alegou ter dispensado a arma utilizada no crime num matagal.
Autuado em flagrante por feminicídio, ele ficará custodiado na carceragem da Coorpin/Serrinha, à disposição da Justiça.