WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

FJS

prefeitura de pocoes


maio 2024
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


ouro gas marcus solla acougues angelica

:: 23/maio/2024 . 21:23

Modernização da casa de farinha em assentamento de Santo Amaro melhora produção e condições de trabalho

No Assentamento 5 de Maio, em Santo Amaro, a Fazenda Nova Suíça se destaca pela produção de mandioca, especialmente após a modernização da casa de farinha, que beneficia diretamente 73 famílias que vivem e trabalham na área. Este empreendimento rural, fortalecido pelo apoio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), tem transformado a vida de assentados e assentadas, oferecendo novas oportunidades de renda e desenvolvimento comunitário.

Maria Luzia da Silva Vitória, conhecida como Preta, compartilha como o apoio da CAR foi importante. “Os benefícios foram essenciais para nós. A raspadeira, por exemplo, é fundamental porque antes fazíamos tudo manualmente. Além disso, todos os equipamentos da casa de farinha trouxeram a tecnologia para nós e trouxe uma fonte de renda para o assentamento. Para muitos, é a única fonte de sustento.”

Preta destaca ainda outros benefícios trazidos pela unidade de processamento de mandioca. “Produzimos goma, beiju e massa puba, além de bolo, broa e farinha de tapioca. Consumo esses produtos, distribuo entre os vizinhos e vendo em outros assentamentos. Além disso, aproveitamos a raspa da mandioca para fazer esterco, adubo e ração”.

O assentado Antônio Miguel Filho, conhecido como Barbicha, também ressalta a importância das máquinas e equipamentos. “A mecanização reduziu nosso esforço físico. Raspar mandioca manualmente era um sacrifício que eu já não consigo suportar. Agora, com a casa de farinha, temos uma ocupação digna e uma fonte de renda. É aqui que valorizamos a mandioca que plantamos no assentamento”.

A casa de farinha da Fazenda Nova Suíça está em constante atividade, beneficiando cerca de 50 quilos de farinha por semana. Essa produção é distribuída para toda a região, abastecendo mercados locais e comunidades vizinhas.

Com aproximadamente três hectares de plantação de mandioca em área coletiva, além das áreas individuais, a fazenda exemplifica o potencial produtivo do assentamento. A colheita da mandioca é contínua, garantindo que a casa de farinha esteja sempre em movimento, refletindo a dedicação e o trabalho árduo das famílias envolvidas.

O apoio da CAR, empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) tem sido fundamental para a modernização e eficiência do processamento da mandioca na Fazenda Nova Suíça, trazendo melhorias significativas para a qualidade de vida dos assentados e contribuindo para o desenvolvimento sustentável da região.

MAIO AMARELO: Motociclistas são maioria (44,5%) das vítimas fatais de acidentes de trânsito na Bahia

Para marcar o Maio Amarelo, mês de prevenção à violência no trânsito, a Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI) divulga o infográfico sobre Acidentes de Trânsito. O levantamento aponta que, em 2023, dentre os casos identificados, as principais vítimas de Acidentes de Transporte Terrestre (ATT) no estado eram motociclistas (44,5%): 2 em cada 5 vítimas fatais do trânsito na Bahia. Neste mesmo ano, os ocupantes de automóveis (carros) representavam 34,7% dos casos, seguidos por pedestres, com 13,4% de participação na vitimização total. Ciclistas e ocupantes de outros tipos veículos somados representavam os 7,4% restantes.

De 2000 a 2022, foram 50 mil vítimas de Acidentes de Transporte Terrestre (ATT) na Bahia. Em 2023, os ATT vitimizaram 2.665 pessoas e resultaram em 13,6 mil internações no Sistema Único de Saúde (SUS). Esse contingente representa um elevado custo para a sociedade, seja na perda de vidas, nos custos públicos de internação e na renda das famílias atingidas.

De 2000 a 2023, a trajetória dos ATT na Bahia apresentou uma mudança significativa, como reflexo, sobretudo, das medidas legais instituídas que visam coibir, por exemplo, o consumo de álcool e o excesso de velocidade. Em 2000, os Acidentes de Transporte Terrestre eram a principal causa de mortes violentas. Foram 1.098 vítimas fatais de ATT no estado, o que representava uma taxa de 9,2 mortes a cada 100 mil baianos. Essa taxa elevou-se consideravelmente até 20,2 mortes a cada 100 habitantes, no ano de 2012, quando foram registradas 2.845 vítimas de ATT na Bahia. Contudo, a partir desse ano, quando foi implementada a Lei nº 12.760, popularmente conhecida como “Nova Lei Seca”, observou-se uma redução das taxas de vitimização por ATT. Em 2023, essa taxa encontrava-se em 18,8 vítimas de ATT a cada 100 mil baianos.

Os ATT resultam em custo econômico-financeiro para as famílias afetadas e para o Sistema Único de Saúde (SUS), grande responsável pela recuperação dos acidentados. Em 2023, foram 13.637 internações em decorrência dos ATT na Bahia, redução de 0,9% em relação a 2022. O tempo médio de internação era de 4,8 dias. Um paciente internado no SUS em decorrência de ATT representava um custo médio de R$ 1.193,43 para o poder público. No entanto, uma parte vem a óbito. Neste mesmo ano, a taxa de óbito em internações em decorrência dos ATT foi de 1,3 a cada 1.000 internações na Bahia.

Nesse sentido, as medidas implementadas pelo Estado que visam punir os comportamentos desviantes no trânsito, além de impactarem positivamente na redução de vítimas fatais de ATT, podem refletir diretamente na redução dos custos econômico-financeiros do sistema de saúde, que é o grande responsável pelas internações em decorrências de eventos dessa natureza.

Novo Código Civil acaba com gênero homem e mulher

O Código Civil brasileiro está prestes a passar por uma atualização significativa, reconhecendo a diversidade das relações afetivas e familiares existentes na sociedade. A proposta, elaborada por uma comissão de juristas e apresentada ao Senado Federal, elimina as referências a “homem e mulher” e “marido e mulher” para definir casais em união civil ou estável, substituindo-as pela expressão mais abrangente “duas pessoas”.

Avanço Histórico: Essa mudança representa um marco na legislação brasileira, assegurando igualdade de direitos a todos os casais, independentemente de sua orientação sexual. A medida está alinhada com o entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF), que já reconheceu o casamento e a união estável entre pessoas do mesmo sexo desde 2011.

Famílias Além do Tradicional: A proposta vai além do reconhecimento das uniões homoafetivas. Ela também amplia o conceito de família, incluindo a família conjugal (formada por um casal) e o vínculo não conjugal (mãe e filho, irmã e irmão), que passa a ser chamado de “parentalidade”.

Homem morre após ser picado por abelha enquanto tomava sorvete em agência bancária na Bahia

Um homem de 42 anos morreu após ser picado por uma abelha enquanto tomava sorvete na quarta-feira (22), em uma agência bancária da cidade de Itapetinga, no sudoeste da Bahia.

Segundo informações da família, a vítima, identificada como Alex Pereira Santos sofreu uma reação alérgica após ser picado pelo inseto e foi levado para o Hospital Cristo Redentor, mas chegou na unidade de saúde sem vida. Os médicos tentaram fazer a reanimação, mas não conseguiram.

Alex Pereira Santos trabalhava como caminhoneiro no distrito de Bandeira do Colônia e era conhecido pelas pessoas como “Lelé”. Ainda não há informações sobre o velório e sepultamento do caminhoneiro.

Segundo informações do manual feito pelo laboratório MSD, para a maioria das pessoas, uma picada não causa mais do que dor, inchaço e vermelhidão ao redor da picada, o que é chamado “reação local”.

Entretanto, uma pequena porcentagem de pessoas são alérgicas a picadas de insetos e sofrem uma reação muito mais grave e perigosa, chamada “reação generalizada”. Nessas pessoas podem causar anafilaxia, que pode ser fatal.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia