WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

FJS

prefeitura de pocoes


fevereiro 2024
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829  


ouro gas marcus solla acougues angelica

:: 13/fev/2024 . 14:14

Ex candidato a vereador de Maracás é preso dentro de ônibus, acusado de importunação sexual no Entroncamento de Jaguaquara

Um homem identificado como Lindomar Almeida Rodrigues ou “Mazinho da Kombi”, 46 anos, morador de Maracás acabou preso na última quarta-feira (07) por policiais militares do 19° Batalhão da Polícia Militar após ser denunciado por uma jovem, que alegou ao motorista de um ônibus da linha Jequié x Maracás, que ambos viajavam, uma suposta importunação sexual cometida por Mazinho e este de posse da informação solicitou a presença da guarnição, que deteve o homem no distrito do Entroncamento de Jaguaquara.

 Lindomar Almeida Rodrigues foi candidato a Vereador em Maracás, cidade localizada na região Sudoeste da Bahia; território Vale do Jiquiriçá nas Eleições 2020 pelo PSB (Partido Socialista Brasileiro), porém obteve apenas 54 votos e está como suplente Vereador.
 Na delegacia de Jaguaquara, onde o político foi apresentado, segundo informações colhidas com exclusividade pela redação do Blog Mateus Oliver Repórter; o mesmo negou envolvimento no crime e alegou ter sido vítima de uma “armação”; sendo assim, fora ouvido, preso e posteriormente liberado da custódia horas depois através de mandado judicial para soltura imediata.
 Vale ressaltar, que a importunação sexual se trata de crime mais grave e, portanto, com pena mais severa, que vai de 1 a 5 anos. O artigo 215-A do CP também condena a prática do ato libidinoso (que tem objetivo de satisfação sexual) na presença de alguém, sem sua autorização.
 Existem vários tipos de importunação sexual, mas alguns dos tipos mais comuns incluem apalpar, lamber, tocar, desnudar, masturbar-se ou ejacular em público, dentre outros. A importunação sexual pode ocorrer em qualquer lugar, mas é mais comum em lugares públicos, como transporte público, parques e clubes.
 A vítima ou qualquer pessoa pode denunciar o ato, podendo relatar o caso ao motorista e aos demais passageiros do ônibus, como foi o caso envolvendo Mazinho, ou ligar para a Polícia Militar, pelo telefone 190. Se a vítima for mulher, pode recorrer também à ajuda da Central de Atendimento à Mulher, pelo 180.

Modelo de 21 anos morre em acidente de moto no Sul do ES

Lídia Amélia de Almeida Silva era também blogueira e muitos de seus seguidores nas redes sociais postaram mensagens lamentando a tragédia

A modelo e influenciadora digital Lídia Amélia de Almeida Silva, de 21 anos, morreu em um acidente registrado no início da manhã desta segunda-feira (12) na BR-482, na zona rural de Alegre, sentido Muniz Freire, região Sul do Estado. As inormações são do Folha Vitória.

A tragédia aconteceu em um local conhecido como “Placa”, no trevo de acesso à ES-181. Ela estava de moto.

Lidia Amélia se apresentava nas redes sociais como blogueira, modelo, vendedora e promotora de uma marca de produtos de beleza. Ela morava em Guaçuí e tinha mais de 16 mil seguidores no Instagram, onde compartilhava sobre saúde e beleza.

Após a informações da tragédia, vários seguidores postaram mensagens lamentando a morte da jovem. “Meu Deus!!!! Tão linda… cheia de vida. Que tragédia! Que Deus console o coração dos familiares”, declarou um seguidor.

Após ser liberado em audiência, homem mata a mãe a facadas

Na segunda-feira passada, o homem foi preso e entregue à Justiça, e durante a audiência de custódia, uma juíza local optou por conceder liberdade ao criminoso.

Cerca das 4 da manhã deste domingo (11), uma mulher foi brutalmente assassinada a facadas pelo próprio filho enquanto dormia em sua casa na cidade de Balneário Rincão, no Sul de Santa Catarina. A vítima, Maria Aparecida Córdova Elias, de 47 anos, possuía uma medida protetiva de urgência contra o agressor, Lucas Córdova Elias, de 25 anos, de acordo com a Polícia Militar.

Na tentativa de evitar o crime, o pai do criminoso também acabou ferido, porém sem gravidade. A PM informou ainda que Lucas é usuário de drogas e teria voltado a morar na casa dos pais sem o consentimento da mãe.

Além disso, Lucas possui passagens pela polícia por conflitos com a vítima, a qual solicitou Medida Protetiva de Urgência (MPU) por ser agredida com frequência pelo criminoso. Ele tentou se matar após o crime, mas foi levado ao hospital e em seguida encaminhado à delegacia de Balneário Rincão.

Segundo sites locais, na segunda-feira passada (5), o homicida foi detido pela polícia militar por violar a medida protetiva. Durante esse incidente, ocorrido no bairro Vila Francesa, em Criciúma, ele ameaçou sua mãe de morte, alertando-a de que se ela o denunciasse novamente à polícia, ele a mataria.

Posteriormente, o indivíduo foi entregue à Justiça de Criciúma, após a validação da sua prisão em flagrante pelo delegado plantonista que atendeu à situação. Durante a audiência de custódia, uma juíza local optou por conceder liberdade ao criminoso. No entanto, ele saiu da prisão e cruelmente concretizou sua ameaça, assassinando sua mãe.

Mãe deu três versões diferentes após garoto ter órgão genital decepado

A mãe, que apresentou versões diferentes sobre o ocorrido, responde em liberdade por omissão, enquanto o agressor está preso

Opai do menino de 5 anos, vítima de mutilação genital pelo padrasto em Canindé, Ceará, alega ter denunciado maus-tratos à criança anteriormente, sem que as autoridades tomassem providências. Em meio à disputa pela guarda do filho, ele soube do incidente quando o menino estava hospitalizado. A mãe, que apresentou versões diferentes sobre o ocorrido, responde em liberdade por omissão, enquanto o agressor está preso.

A mãe prestou depoimentos com versões diferentes e contraditórias à polícia e às equipes hospitalares que atenderam a criança.

A mãe inicialmente alegou que a mutilação ocorreu após uma picada de inseto. Em outra ocasião, contudo, afirmou que o menino se machucou ao sentar em um arame de caderno.

O pai, cuja identidade foi preservada, declarou que sempre manteve contato com a mãe para saber do bem-estar do filho, mas enfrentava resistência ao tentar vê-lo pessoalmente. Ao descobrir que o menino era maltratado pelo padrasto, denunciou à polícia, mas alega que nada foi feito. Após a violência, obteve a guarda unilateral na Justiça, e a mãe terá que pagar pensão alimentícia e só poderá visitar o filho sob monitoramento.

Com receio, o homem mudou-se de cidade com sua família por questões de segurança.  O padrasto, suspeito do crime, foi preso em flagrante e indiciado por lesão corporal grave, com sua prisão convertida em preventiva. A mãe foi autuada por omissão, mas está em liberdade. Ambos estão proibidos de manter qualquer contato com a criança.

O caso veio à tona em dezembro quando o menino foi internado no Hospital Instituto Doutor José Frota (IJF), em Fortaleza, com mutilação genital. A equipe médica realizou o reimplante no mesmo dia, mas o garoto ainda necessita de uma cirurgia completa para evitar sequelas. A polícia foi acionada pelos funcionários do hospital, que suspeitaram das versões contraditórias fornecidas pela mãe sobre o incidente.

Mais uma mulher é vítima de estupro coletivo em circuito do Carnaval

Uma mulher foi estuprada por três homens na rua Baependi, no bairro de Ondina, em Salvador. O episódio aconteceu durante o Carnaval, na madrugada deste domingo (11).
Em nota, a Polícia Civil informou que o caso é investigado pela Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam). A vítima já foi ouvida e está sendo acompanhada pela unidade e pela rede de apoio psicossocial.

Outro caso

No dia 9, sexta-feira, outro caso de estupro também foi denunciado. De acordo com fontes da Polícia Civil, a vítima, moradora do Imbuí, foi estuprada por sete homens. A violência aconteceu pouco depois 01h30, quando a vítima estava nas imediações do antigo Salvador Praia Hotel.
Em nota, a Polícia Civil informou que “as primeiras providências de polícia judiciária já foram tomadas e a vítima, uma mulher, será ouvida e acompanhada pela unidade e pela rede de apoio psicossocial da Deam”.

“Mais detalhes sobre a ocorrência não serão divulgados, em respeito à legislação aplicada a casos de crimes contra a dignidade sexual”, diz nota da PC.

Mais uma morte por dengue hemorrágica

 

A manhã desta segunda-feira (12) de Carnaval foi marcada por uma trágica notícia em Itabuna: Ana Luiza Rangel Silva, uma jovem de apenas 18 anos e moradora da Rua São Jorge, no bairro São Caetano, faleceu devido a complicações decorrentes de dengue hemorrágica.

Ana Luiza deu entrada em uma Unidade de Pronto Atendimento na quinta-feira (08), sendo atendida e liberada com um suposto quadro de virose. No entanto, como seu estado de saúde não melhorou, ela retornou à unidade na sexta-feira (09). A mãe dela solicitou um Raio X, mas foi informada de que esse exame era reservado para casos graves, o que sugeria que a equipe médica não considerava o caso de Ana Luiza como grave naquele momento.

Infelizmente, Ana Luiza continuou a piorar e foi levada ao Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães na noite do domingo (11), apresentando um quadro grave de dengue hemorrágica. No entanto, os esforços médicos não foram suficientes para salvar sua vida, e ela veio a falecer.

A tragédia da morte de Ana Luiza levanta questões sérias sobre o diagnóstico precoce e o tratamento adequado da dengue, especialmente em áreas onde a doença é endêmica. A falta de um diagnóstico preciso e oportuno pode ter contribuído para o desfecho fatal desta situação.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia