WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




 

thiago inacio

 

diego oliveira engenheiro

dezembro 2017
D S T Q Q S S
« nov    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  


marcus solla acougues angelica cidade jardim atuacao deputado fabricio

MPF na Bahia ajuizou 306 ações contra atos de corrupção em 2017

No ano de 2017 o MPF ajuizou 306 ações contra atos de corrupção no Estado da Bahia. Até 06 de dezembro de 2017, a pedido do órgão, a Justiça Federal já proferiu 89 sentenças condenatórias no curso dessas ações cíveis e penais, que incluem atos de improbidade administrativa (Lei nº 8.429/92), crimes praticados contra a administração pública (Código Penal), crimes de responsabilidade de prefeitos e de vereadores (Decreto-Lei nº 201/67) e irregularidades em processos licitatórios (Lei nº 8.666/93).Em alusão ao Dia Mundial de Combate à Corrupção, 9 de dezembro, o MPF apresenta 17 ações de destaque na Bahia durante esse ano, o que representa 5,6% do total de ações movidas em 2017. Apenas nessa pequena amostra são abordados atos e crimes que somam R$ 48.783.317,52 (quarenta e oito milhões setecentos e oitenta e três mil trezentos e dezessete reais e cinquenta e dois centavos) em recursos públicos desviados ou aplicados indevidamente. No total, são 55 envolvidos – entre denunciados e acusados –, sendo 10 ex-prefeitos, 17 outros agentes públicos e 11 pessoas jurídicas.Os prejuízos das ações destacadas incluem recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), do Sistema Único de Saúde (SUS) e dos Programas: de Atenção Básica (PAB), Dinheiro Direto na Escola (PDDE), Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar (Pnate), e de Saúde da Família (PSF). Entre as cidades, estão Barreiras, Cansanção, Cachoeira, Conceição do Jacuípe, Feira de Santana, Governador Mangabeira, Iguaí, Itacaré, Palmas de Monte Alto, Paratinga, Piraí do Norte, Piripá e Wenceslau Guimarães

Tribuna da Bahia

Relação do Jogo das Estrelas do Esporte Cube Poções que acontecerá dia 10 de Dezembro as 10:00H, no Heraldão!

Atualizada até as 11:47H, do dia 08 de Dezembro de 2017!
Escalados para o jogo:
Goleiros
Jeferson
Chico Estrela
Pilão
João Bonitinho
Zezinho
Tel
Robson
Lupita
Zagueiros
Marivaldo
Pereira
(Amaral)
Leno
Roquinho
Claudio Taiada
Jorge Luis
Virlas
Neto Duzinho
Cal Riachão
João Cão
Lateral Direito
Robson
Cafú
Lili
Lateral Esquerdo
Antonio Carlos
Tom
Dilson
Volantes
(??????????)
Gordo
Paulo Roberto
Leleco
Lelé
Kal Barú
Erlan Canaã
Meias
Esquerdinha
Messias Negao
Erlan Negao
Messias Caatiba
Elsinho
Tupã
Inho Baiano
Hudson
Jackson
André
Herbert
Ronaldo Nascimento
Silvio Persi
Jel de Conquista
Fidélis
Atacantes
(????????????)
Fafá
Val Baiano
Rodrigão do Santos
Gilvan
Juca
Mário
Marx
Pokan
Som
Serginho
Kena
Braisinho
Jalon
Zé Mário
Uilton
Giba
Mário Sérgio
Joãozinho
Ramon
Ricardinho
Belo Cachoeira
Alex de Riachão
Joabe Grampão
Neto Baiano Ex Palmeiras, Internacional, Vitória, entre outros!

Bolsonaro é acusado de ter empregado e promovido sua esposa em gabinete Por conta da promoção, o salário saltou para R$ 8.040

Foto: Reprodução / Agência Brasil

Redação VN
redacao@varelanoticias.com.br

O deputado federal e pré-candidato à presidência, Jair Bolsonaro (PSC-RJ), está sendo acusado de ter empregado e promovido a sua atual esposa, Michelle, em seu gabinete na Câmara. Segundo informações da Folha, a situação aconteceu quando o presidenciável estava no PP.

Publicidade

Na época, o salário passou de R$ 2,9 mil para R$ 6.010. Depois, quando foi transferida para o maior posto da repartição, por conta da promoção, o salário saltou para R$ 8.040. Atualmente, a remuneração deste cargo é de R$ 14,1 mil.

Ainda de acordo com a publicação, a situação se arrastou por um ano e só chegou ao fim dois meses depois o Supremo Tribunal Federal (STF) consolidar a proibição de nepotismo na administração Pública. No total, Michelle passou um ano e dois meses no trabalho e sua exoneração aconteceu em novembro de 2008.

A Folha ainda garantiu que a segunda mulher de Bolsonaro, Ana Cristina, e seu filho, Eduardo, hoje deputado federal, também receberam verbas do Congresso nos anos de 1990.

O presidenciável não se pronunciou sobre as alegações.

PSOL e Rede pedem que mandato de Lúcio Vieira Lima seja cassado

(Foto: Lucio Bernardo Jr./Agência Câmara)

Redação VN
redacao@varelanoticias.com.br

Os partidos PSOL e Rede se uniram para apresentar um pedido de cassação do mandato do deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA). A solicitação foi protocolada na quinta-feira (7) em representação no Conselho de Ética da Câmara.

Publicidade

“As graves denúncias, além de constituírem prática de atividades ilícitas pelo representado, caracterizam, por si, condutas incompatíveis com a ética e o decoro parlamentar”, diz um trecho da representação.

Segundo informações da Agência Brasil, o deputado pode ser alvo de um processo na Casa por quebra de decoro parlamentar, no caso dos R$ 51 milhões encontrados dentro de um apartamento no bairro da Graça, em Salvador. As digitais de Lúcio foram encontradas nas cédulas e o dinheiro foi atribuído ao seu irmão, o ex-ministro Geddel Vieira Lima.

Tragédia: Uma pessoa morre em acidente com 7 pessoas da mesma família na BR-116 em Feira

O condutor do Celta, Reginaldo Lima de Souza, 33 anos, morreu no local. Outras seis pessoas feridas foram socorridas para hospitais da cidade.

Uma pessoa morreu e seis ficaram feridas após um acidente envolvendo dois veículos, por volta das 17h desta quinta-feira (7), na BR-116 Norte, no bairro Novo Horizonte, em Feira de Santana. Segundo a PRF, houve uma colisão frontal entre um caminhão-baú , e um automóvel Celta, com sete ocupantes, todos da mesma família.

O condutor do Celta, Reginaldo Lima de Souza, 33 anos, morreu no local. Ficaram feridos: os irmãos Iago Rian Santos e Lívia Samille dos Santos, a mãe deles, Valdileide Santana dos Santos, além de Levi Lima dos Santos e o irmão Andrei Lima dos Santos, e a mãe deles, Valdirene dos Santos de Souza, esposa do condutor. Não há informações sobre as idades das vítimas, mas quatro crianças estão entre os feridos.

Eles foram socorridos por equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) e o Hospital Estadual da Criança (HEC).

“Foi um acidente muito grave. Um dos veículos estava com excesso de lotação, com sete ocupantes, sendo quatro crianças e três adultos. O motorista e as duas senhoras ficaram presos às ferragens. Elas estavam conscientes, apenas com escoriações, e foram para o hospital para avaliar o nível de gravidade das lesões”. O motorista do caminhão não teve lesões.

O acidente

A causa do acidente ainda não foi confirmada, mas a PRF suspeita que um dos motoristas cochilou ao volante. “Estamos apurando. Ainda é muito cedo para dar um relatório definitivo, mas a princípio parece que um dos dois motoristas deve ter cochilado ao volante porque não há marcas de frenagem. A colisão foi com os dois veículos em movimento, não houve nenhuma redução, inclusive analisamos o disco do tacógrafo, e o caminhão não estava com velocidade excessiva. Ele estava, a princípio, em subida e havia passado por um radar a poucos metros. Então temos que fazer uma análise para verificar o que provocou de fato o acidente”, disse o inspetor.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para retirar as vítimas que estavam presas às ferragens. Ainda durante entrevista, o PRF alertou sobre os cuidados que os motoristas devem ter ao volante para evitar acidentes. “Eram pai, mãe, uma cunhada, filhos e sobrinhos. Sem o auxílio dos condutores, é impossível reduzir os números fatídicos do trânsito no Brasil. Quando abordamos, o condutor vem com a mera desculpa de que são apenas crianças, mas não são apenas crianças, são vidas. Vidas que neste momento poderiam ter sido ceifadas, não sabemos a gravidade do estado delas, quais as sequelas destas lesões. Mas esperamos que os que sobreviveram possam se recuperar, porque com os que morreram, não há mais o que fazer”, alertou o policial rodoviário. O Celta seguia de Pé de Serra com destino a Feira de Santana. As informações são do Acorda Cidade.

                                                                             [fonte blog do marcelo ]

Sudoeste: Identificado comerciante morto após capotamento na estrada de chão em Condeúba

Antônio Alves dos Santos, popular “Toni Coro Grosso”, perdeu o controle do carro e capotou, morrendo no local. Acidente ocorreu na manhã desta sexta-feira (8).

Um acidente de automóvel ocorrido na manhã desta sexta-feira (08) causou a morte de Antônio Alves dos Santos, popular “Toni Coro Grosso”. O veículo que era conduzido por ele capotou na estrada vicinal que liga a sede do município de Condeúba ao Distrito de Feirinha. De acordo divulgado pelo site Folha de Condeúba, a vítima esteve na cidade na manhã de hoje para resolver alguns assuntos, mas, ao perceber que havia esquecido os documentos, retornou à sua residência, localizada na Feirinha. O acidente aconteceu no seu trajeto pra casa. Possivelmente devido às chuvas, o motorista perdeu controle da direção e o carro capotou. O condutor morreu no local. Toni era comerciante e produtor rural e bem conhecido na cidade. Seu corpo será velado em sua residência, no Distrito da Feirinha. O sepultamento será amanhã, ainda sem horário definido, no Cemitério Municipal do Grama. As informações são do Informe Cidade.

Prefeito Leandro Mascarenhas consegue usina asfáltica completa, além da renovação da frota de máquinas dao CISUDOESTE. Estas conquistas irão atender as demandas de Poções e região

O Prefeito de Poções e presidente do Cisudoeste – Consórcio Intermunicipal do Sudoeste, Leandro Mascarenhas, segue trabalhando em prol do desenvolvimento do município, se esforçado ao máximo para garantir melhor qualidade de vida para o seu povo. Desta vez o gestor esteve em Salvador, no gabinete do Secretário Estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, onde garantiu uma antiga demanda do Consórcio Intermunicipal da Região: uma usina asfáltica completa e ainda a renovação da frota de máquinas que servem os municípios consorciados.

“Essa usina e a renovação da frota de máquinas do consórcio, sem dúvidas, irá atender as demandas de Poções e cidades circunvizinhas. Me sinto muito feliz com essa conquista. Seja em Brasília ou Salvador, estaremos sempre buscando o melhor para o nosso povo”, comentou o prefeito Leandro, que na oportunidade esteve ao lado do prefeito do município de Belo Campo, o senhor José Henrique (Quinho), e do prefeito de Tremedal e presidente do Civalerg – Consórcio Intermunicipal do Vale do Rio Gavião, o senhor Márcio Ferraz, além de outras lideranças políticas.

DECOM-PMP

POR FALAR A VERDADE FUI ATACADO POR CALUNIAS, E DIFAMAÇÃO, TENHO CARÁTER, CUTUCARAM A ONÇA COM VARA CURTA AGORA AQUENTA AS CONCEQUENCIAS

Suspeito de atirar em carro de arquiteto, filho de prefeito é preso no oeste da Bahia

Por G1 BA

Carro de arquiteto foi atingido por tiros durante briga de trânsito na cidade de Bom Jesus da Lapa, no oeste da Bahia (Foto: Arquivo Pessoal)

Carro de arquiteto foi atingido por tiros durante briga de trânsito na cidade de Bom Jesus da Lapa, no oeste da Bahia (Foto: Arquivo Pessoal)

O suspeito de atirar contra o carro de um arquiteto durante uma discussão no trânsito, na cidade de Bom Jesus da Lapa, no oeste da Bahia, está preso. A informação é da Polícia Civil e foi passada ao G1 nesta quinta-feira (7). João Vitor Gonçalves, 27 anos, é filho do prefeito da cidade de Sítio do Mato e, junto com o irmão, Neto Magalhães, se envolveu em uma discussão no trânsito, com o arquiteto Wilson Magalhães.

Na ocasião, Wilson estava sozinho no veículo e não ficou ferido. Conforme disse o delegado Jackson Andrade, responsável pela Coordenadoria da Polícia Civil de Bom Jesus da Lapa, João Vitor vai responder por tentativa de homicídio. A prisão dele foi cumprida na tarde de quarta-feira (6).

A polícia identificou que o carro do arquiteto foi atingido por 10 disparos. João Vitor está preso na sede do Distrito Integrado de Segurança Pública (DISEP), na mesma cidade onde ocorreu a confusão. No momento em que o suspeito efetuou os tiros, ele seguia em um veículo com o irmão, que não está preso, pois, segundo a polícia, não teve envolvimento com os disparos.

Ainda segundo o delegado Jackson Andrade, João Vitor tem o registro da arma, mas não porte para usá-la e a entregou à polícia um dia após atirar contra o carro do arquiteto.

Discussão

Carro de arquiteto foi alvo de tiros durante briga de trânsito e com pneu furado homem conseguiu chegar em delegacia no oeste da Bahia (Foto: Arquivo Pessoal)

Carro de arquiteto foi alvo de tiros durante briga de trânsito e com pneu furado homem conseguiu chegar em delegacia no oeste da Bahia (Foto: Arquivo Pessoal)

O arquiteto Wilson Magalhães registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil de Bom Jesus da Lapa, após o carro dele ser alvejado durante uma briga de trânsito no município. A confusão ocorreu na noite de 26 de novembro.

Conforme informou a polícia, Wilson chegou Distrito Integrado de Segurança Pública de Bom Jesus da Lapa, na noite do domingo, dirigindo um veículo que estava com um pneu furado, além de apresentar marcas de tiros na carenagem. Apesar do carro exibir marcas de tiros, o arquiteto não estava ferido.

Ainda segundo a polícia, em depoimento, o arquiteto disse que trafegava pela cidade, quando realizou uma ultrapassagem em uma caminhonete à frente dele, que seguia lentamente. Após a ultrapassagem, o arquiteto relatou que foi perseguido e fechado pelo motorista da caminhonete.

Ao parar em um semáforo, Wilson contou que abaixou o vidro e questionou a conduta do motorista da caminhonete, um dos filhos do prefeito, que seguia no veículo com o irmão. Após a discussão, o irmão do motorista deu um murro no retrovisor do carro do arquiteto, danificando o equipamento.

Wilson disse que, após o retrovisor do carro dele ser quebrado, ele seguiu a caminhonte para fotografar a placa e fazer uma ocorrência, e encontrou os irmãos parados na região do mercado municipal. O arquiteto contou que também parou o carro, e um dos irmãos passou a tirar satisfação do arquiteto, batendo com a mão no para-brisa do veículo.

Ele, então, percebeu que o outro irmão estava armado e começou a atirar contra o carro do arquiteto, que acelerou o carro e, na fuga, atropelou um dos irmãos, que teve escoriações leves. Ele foi atendido no hospital da cidade e liberado.

A Polícia Civil disse, ainda, que após o arquiteto ir na delegacia, João Vitor Magalhães e Neto Magalhães também foram à unidade policial. Na ocasião, eles foram ouvidos e liberados, já que se apresentaram espontaneamente. A polícia não informou o teor das declarações dos irmãos.

Denunciados à Justiça ex-prefeito, vereadores, servidores e empresários de Remanso suspeitos de desvio de R$ 10 milhões

Operação Carro Fantasma foi deflagrada em 21 de novembro (Foto: Divulgação/MP-BA)

Operação Carro Fantasma foi deflagrada em 21 de novembro (Foto: Divulgação/MP-BA)

O ex-prefeito do município de Remanso, no norte da Bahia, Celso Silva e Souza, e outras 16 pessoas, incluindo vereadores, servidores públicos e empresários, foram denunciadas à Justiça pelo Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), por integrar esquema de fraude que desviou cerca de R$ 10 milhões, entre 2013 e 2016, na cidade. O MP-BA não informou a data em que a denúncia foi oferecida à Justiça.

Em nota, o MP-BA informou que o esquema funcionava por meio de emissões mensais de notas fiscais inidôneas e sublocação de veículos “fantasmas”, que não existiam ou não prestavam nenhum tipo de serviço público.

Foram oferecidas três denúncias contra os suspeitos: uma por fraude a licitações e prorrogação indevida de contratos; outra por crime de peculato (que consiste na subtração ou desvio, de dinheiro público ou de coisa móvel apreciável, por funcionário público) a núcleo do Poder Executivo; e uma por crime de peculato ligado a núcleo do Poder Legislativo.

Ex-prefeito Celso Silva e Souza e presidente da Câmara, Cândido Francelino de Almeida, estão entre os denunciados (Foto: Reprodução/ Youtube e Divulgação/TSE)

Ex-prefeito Celso Silva e Souza e presidente da Câmara, Cândido Francelino de Almeida, estão entre os denunciados (Foto: Reprodução/ Youtube e Divulgação/TSE)

Por crimes de fraude a licitações e prorrogação indevida de contratos, foram denunciados, além do ex-prefeito de Remanso, Arismar Silva e Souza, ex-secretário de Administração e Finanças do Município; José Mário da Conceição, sócio-proprietário da JMC Construtora, Comércio e Serviço; Erasmo Paulo Fernandes Ribeiro, responsável pela empresa Consulte Licitação; Ulisses de Araújo Costa Assis, ex-pregoeiro da Prefeitura; Arão Dantas dos Santos e Nelson Senna de Carvalho Filho (réus colaboradores), ex-funcionários da JMC Construtora.

Eles atuaram em um grupo delituoso que frustrou e fraudou, mediante diversos ajustes e restrição da publicidade, o caráter competitivo de pregões presenciais, obtendo vantagens ilícitas dos objetos das licitações. “Eles simulavam publicações em sítios da internet de empresas privadas, com publicações com datas retroativas, apenas para tentar induzir a erro os órgãos de controle e buscando legitimar as licitações. Por isso nenhum outro empresário ou cidadão compareceu às sessões de licitações, de modo que a única a se fazer presente era a JMC”, afirmaram os promotores de Justiça.

Foi constatado ainda que, apesar da JMC ser vencedora nas licitações para locar 49 veículos às diversas secretarias da prefeitura de Remanso, a empresa não detinha frota de veículos suficiente, possuindo apenas quatro veículos, duas motos e dois carros, conforme registros do Detran e Denatran.

Pelos crimes de peculato ligado ao Núcleo do Poder Executivo, foram denunciados José Mário da Conceição, sócio-proprietário da JMC Construtora; Felipe Santos Costa, chefe do setor de contabilidade da prefeitura; o comerciante José Carlos Rodrigues da Silva; o ex-secretário de Esportes do Município Tomaz Neto Rodrigues da Silva; além do ex-prefeito Celso e Silva e seu irmão Arismar; e Arão Dantas e Nelson Senna.

Foram denunciados pelos crimes de peculato ligado ao Poder Legislativo os vereadores José Ailton Rodrigues da Silva, Renata Lemos Rosal do Valle, Cândido Francelino de Almeida, Mailto de Franca Brito, Domingo Sávio Ferreira de Castro, Cristiano José Moura Marques; e o ex-vereador Jorge Brito Alves.

Segundo consta nas denúncias, por meio dos contratos celebrados com a JMC Construtora, os integrantes do esquema desviaram dinheiro público em prol do ex-prefeito, secretários municipais, vereadores, servidores públicos municipais, empresários, dentre outros.

natal barrigas 2017

 

point do acai

 

rede construir

 

vereador eduardo do sindicato

 

ciro leto

 

clinica ima corpus

 

pocoes cell

 

acougues angelica

 

j guilherme

-->


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia