WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia



thiago inacio

 

diego oliveira engenheiro

Fevereiro 2018
D S T Q Q S S
« jan    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728  





marcus solla acougues angelica cidade jardim deputado fabricio

:: ‘Brasil’

Brasil: Jovem pode ficar em estado vegetativo após ser espancada no dia do seu aniversário

Uma jovem, de 18 anos, está internada em estado gravíssimo, após ter sido espancada e enforcada por um homem, de 50 anos, durante uma festa em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte. O caso aconteceu na noite de quinta-feira (22), dia do aniversário da vítima. Os médicos alertaram que a jovem corre grande risco de morte e, caso sobreviva, pode ficar em estado vegetativo.

Revoltados com o crime, moradores do bairro incendiaram a casa do suspeito na madrugada desta sexta-feira (23).

Segundo a PM (Polícia Militar), a agressão foi durante uma festa do suspeito A. A. R. que era regada a drogas e bebidas alcoólicas. A família não soube informar o motivo do desentendimento do casal. O socorro foi acionado, mas antes de a ambulância chegar, G. D. M. sofreu três paradas cardíacas. Ela foi levada para uma Upa (Unidade de Pronto Atendimento).

Estudantes da rede estadual participam de torneio de Robótica e disputam vagas para a etapa nacional

Estudantes da rede estadual estão participando, nestas sexta-feira e sábado (23 e 24), da etapa regional do Torneio de Robótica First Lego League, que acontece na sede do Serviço Social da Indústria (SESI) Reitor Miguel Calmon, no bairro do Retiro, em Salvador. São duas equipes que representam o Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC Salvador), unidade da rede estadual localizada dentro do Colégio Estadual da Bahia (Central), e o Colégio Estadual Mestre Paulo dos Anjos, localizado no bairro da Paz, também na capital.

No torneiro, que este ano tem o tema “Hidrodinâmica”, equipes de jovens de 9 a 16 anos de idade, vindos de todos os estados da região Nordeste, utilizam a criatividade para buscar soluções inovadores para problemas existentes no mundo. Para isso, eles programam robôs autônomos capazes de cumprir as missões no torneio. Nesta etapa, serão classificadas seis equipes para a etapa nacional, que acontecerá de 16 a 18 de março, no Paraná.

A iniciativa tem o objetivo de promover o ensino de Ciência, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática (STEAM), por meio de torneios de robótica com clima de evento esportivo. Além disso, fomenta o trabalho colaborativo e fortalece a capacidade de inovação, criatividade e raciocínio lógico dos participantes.

Ítalo Gabriel Santos, 15, é um dos oitos integrantes da equipe “Rubograma”, do Centro Juvenil de Ciência e Cultura de Salvador. “Estou gostando muito do torneio porque é muito divertido. O nosso robô possui apenas peças de Lego e um computador portátil, que a gente programa em blocos lógicos através de um programa de computador oferecido pelo torneio”, afirma.

O instrutor e técnico da equipe “Rubograma”, Genicleito Carvalho Beltrão, fala sobre os benefícios da atividade para os estudantes. “O interessante do torneio é que os alunos podem praticar o que aprenderam nas oficinas do Centro Juvenil, como por exemplo os conceitos de Robótica e de produção científica”.

O estudante Caio Leal, 16, faz parte da equipe “Flash Light”, do Colégio Estadual Mestre Paulo dos Anjos, que conta com cinco estudantes, também falou sobre a experiência. “É a primeira vez que participo de um torneio de robótica e estou na expectativa de que a nossa equipe seja uma das selecionadas para a próxima etapa. Aqui, temos contato com outros estudantes de diferentes estados do Nordeste e isso é muito legal”, diz, entusiasmado.

Mais sobre o Torneiro – O Torneio de Robótica First Lego League é um programa internacional de exploração científica criado em 1998 pela First em parceria com o Grupo Lego. Ele propõe que estudantes sejam apresentados ao mundo da ciência e da tecnologia de forma divertida, por meio da construção e programação de robôs feitos inteiramente com peças da tecnologia Lego Mindstorm.

Fotos: Emerson Santos

– ASCOM

Brasil: Iniciada hoje pela Anatel a operação de bloqueio de celulares piratas em todo país

Chamada “1ª fase” começa em Goiás e DF. Na Bahia, a partir de março de 2019. Inicialmente, donos de celulares irregulares novos serão apenas notificados.

O sistema para bloquear celular pirata entra em operação no Brasil a partir desta quinta-feira (22). Nessa primeira etapa, a ação ocorrerá apenas no Distrito Federal e em Goiás, mas abrangerá todo o país até março de 2019. Inicialmente, os donos de aparelhos irregulares nessas duas regiões serão apenas avisados do problema. O bloqueio dos celulares só ocorre dentro de 75 dias, em 9 de maio. Nas demais regiões do país, o bloqueio ocorrerá em duas fases, programadas para 8 de dezembro de 2018 e 24 de março de 2019. Quais celulares serão bloqueados: Serão bloqueados apenas celulares piratas novos. Ou seja, o alvo da ação são aparelhos irregulares que entrarem na rede das operadoras a partir do início do envio das notificações naquela localidade.

No caso de DF e Goiás, portanto, o bloqueio só atingirá aqueles que forem registrados a partir de 22 de fevereiro. Em São Paulo, a partir de 23 de setembro. No Rio, a partir de 7 de janeiro de 2019.

Os celulares considerados “piratas” são os que não foram certificados pela Anatel ou tenham um IMEI (International Mobile Equipment Indentity) adulterado, clonado ou fraudado de alguma outra forma. O IMEI funciona como o número de identificação do aparelho. Celulares piratas não seguem normas de qualidade e segurança, segundo a Agência Nacional das Telecomunicações (Anatel).

Além de celulares, também poderão ser alvo do bloqueio outros aparelhos conectados que usem chip e acessem a rede de dados das operadoras, como tablets e máquinas de cartão de crédito, mas que não sejam certificados pela Anatel. Também vale para eles a regra de que apenas aparelhos novos serão bloqueados. O bloqueio não afetará os terminais exclusivos para dados (modens). A Anatel argumenta que não seria possível encaminhar as mensagens informativas aos aparelhos. A Anatel não informa quantos aparelhos irregulares operam no país, mas aponta que cerca de 1 milhão de novos celulares piratas entram nas redes das prestadoras todos os meses. Um dos principais objetivos da medida é inibir a venda de celulares e tablets contrabandeados ou roubados.

Cronograma de bloqueio dos aparelhos

A medida aprovada nesta quinta pela Anatel prevê que, num primeiro momento, os donos de aparelhos piratas serão identificados e receberão mensagens de texto informando que o equipamento será bloqueado por não atender às normas da agência. Só depois dessas notificações e que os bloqueios começarão a ser feitos.

Distrito Federal e Goiás:

Início das notificações: 22 de fevereiro de 2018.
Início dos bloqueios dos aparelhos piratas: 9 de maio de 2018.

Acre, Rondônia, São Paulo, Tocantins, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul:

Início das notificações: 23 de setembro de 2018.
Início dos bloqueios dos aparelhos piratas: 8 de dezembro de 2018.

Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, estados do Nordeste e da região Norte:

Início das notificações: 7 de janeiro de 2019.
Início dos bloqueios dos aparelhos piratas: 24 de março de 2019.

Jovem morre ao sofrer choque usando escova elétrica de cabelo

Uma jovem de 22 anos morreu após sofrer um choque quando usava uma escova elétrica de secar cabelo em casa, em Cascavel, Região Metropolitana de Fortaleza, nesta terça-feira (20). Ela havia acabado de ganhar o objeto. Camila foi socorrida pelo marido e levada ao hospital, mas não resistiu.
A vítima era casada há três anos e deixou um filho de um ano e meio. Segundo a cunhada de Camila, Vânia Ramos, a jovem havia acabado de sair do banho e estava descalça no momento em que foi testar a escova elétrica.
“Ela foi testar, ligou normal na tomada, não estourou nem aconteceu nada. Ela tava na cozinha, o chão tava úmido e ela descalça, com o cabelo molhado, porque essa escova se usa com o cabelo molhado mesmo. Aí quando ela botou no cabelo, levou o choque”, conta a cunhada.

Mulher desaparece no carnaval e diz ao marido que foi abduzida por ETS

A imagem pode conter: 1 pessoa, close-upPolícia investiga o caso

Capixaba de 26 anos que havia desaparecido na sexta-feira de carnaval reaparece na quarta-feira de cinzas e diz para o marido e polícia que foi abduzida por extraterrestres na rodovia ES010.

Ana Letícia Andreatta Fonseca que estava desaparecida desde a noite da última sexta-feira (09/02/2018) reapareceu as 19h da quarta-feira de cinzas. A vítima alegou em depoimento que foi abduzida por uma nave espacial quando voltava do trabalho.

Ana Letícia tem 26 anos e é casada há 3 anos com Gustavo Fonseca. Na noite anterior ao suposto sequestro eles haviam combinado de viajar para passar o carnaval em Guarapari, balneário da Grande Vitória no estado do Espírito Santo. Ela estava com malas prontas e pegaria o marido no escritório dele localizado no bairro Enseada do Suá, em Vitória.

Depois de 4 horas de atraso e nenhum sinal telefônico ou por redes sociais, Gustavo acionou a Polícia Civil comunicando o desaparecimento. A polícia investigou o fato e achou estranho o fato do carro ter sido abandonado às margens da Rodovia ES010, sem a bagagem de Ana Letícia, apenas a de Gustavo ficou no porta-malas do veículo.

Depois de cinco dias ela foi abandonada na mesma rodovia que houvera sido sequestrada. Como o carro estava no pátio da delegacia antissequestro ela teve que ligar para o marido pedindo para busca-la.

O delegado Antonio Napoleão Dias disse que “se ela foi mesmo abduzida ainda não deu para perceber, mas uma coisa é fato. Estes extraterrestres gostam muito de cerveja, pois o cheiro está impregnado nas roupas dela”.
A Polícia segue investigando o caso.

Fonte: Mídia Imparcial

Empregada doméstica vende cabelo para pagar material escolar dos filhos

Marilda Lobato, 36 anos, está desempregada e recentemente tem viralizado nas redes socais, devido a decisão de vender o cabelo para pagar o material escolar dos filhos e divulgar a venda na redes sociais.
A família vive em Macapá. Marilda publicou a oferta em diversos grupos do Facebook. Ela pretende vender três palmos de cabelo, estimados em R$ 500. Em uma postagem de Marilda, na OLX, o alcance foi de 1,1 mil pessoas, até a última atualização desta reportagem.
“Estou há dois meses desempregada e tenho quatro filhos para criar. A situação está difícil e cada vez mais as coisas ficam mais caras. E no momento de desespero, vender meu cabelo foi a forma que achei para tentar conseguir algum dinheiro”, relatou em entrevista.
A mulher é separada do pai dos filhos: João Vitor, de 16 anos; Janaína, 14; Juliana, 12; e José Vinícius de 10. Hoje, ela sustenta a casa fazendo diárias e com a ajuda do atual marido, que recebe um salário mínimo. Com informações do Varela Notícias.

Carta à Promotora que pediu a prisão da mulher em trabalho de parto

Carta à Promotora que pediu a prisão da mulher em trabalho de partoEu não conheci V. Exa., quando ainda estava na carreira do Ministério Público, onde fiquei mais de trinta anos; caso tenhamos nos conhecido pessoalmente, perdão pelo lapso.

Li pelos jornais que Vossa Excelência requereu para que fosse mantida presa uma mulher, autuada em flagrante, trazendo consigo, segundo a polícia, noventa gramas de maconha, para fins de tráfico.

Na audiência de custódia, ela se fez representar apenas por seu advogado, uma vez que estava dando a luz em um hospital público da cidade; de lá, em função do pedido feito pelo Ministério Público, representado por Vossa Excelência, e acatado pelo MM Juiz de Direito que presidia o ato, foram a indiciada e seu rebento levados de volta à carceragem. O bebê, bem o sabes, tinha apenas dois dias de vida. As notícias dão conta de que a indiciada era primária e que, além daquele criança, é mãe de uma outra, de três anos de idade.

Escrevo esta carta aberta porque os noticiários deram conta também de um fato significativo: a gravidez de Vossa Excelência. Uma mulher grávida, promotora de justiça, pediu a um juiz de direito que mantivesse presa uma outra mulher, que acabara de parir, levando consigo seu rebento para o cárcere. Admitamos, parece ser enredo de um novela de terror.

Fiquei estarrecido ao ler a notícia. Fiquei pensando como duas mulheres podem ter gestações tão distintas, eis que o fruto de seu ventre, prezada Promotora,  nascerá em uma maternidade de alto padrão e será recepcionado e festejado por parentes e amigos, que lhe darão boas vindas. Sapatinhos, rosas ou azuis, na porta do quarto, avisarão aos visitantes que ali nasceu uma criança linda e saudável, que receberá de todos que a cercam todo amor e conforto.

Nessas maternidades, a segurança é uma obsessão e nada de ruim acontecerá ao rebentos que ali nascerem. É abaixo de zero o risco de alguém estranho, tenha a autoridade que tiver, sair com um dos ocupantes do berçário em seus braços. As enfermeiras são sorridentes e recebem carinhosamente pequenos e merecidos mimos das famílias que acolhem, os médicos são pressurosos e acolhedores.

A suíte onde Vossa Excelência se recuperará do parto tem ar condicionado, TV, rede de wi-fi, a fim de orgulhosas mamães exibam ao mundo o fruto da espera de nove meses. Papais também orgulhosos distribuem charutos e sempre a camisa do time de coração é a primeira foto que mandam para o grupo de amigos. Tudo é felicidade.

No outro lado, o bebê nasceu de uma mulher levada à maternidade algemada, que pariu desacompanhada seu rebento, sem saber e sem ter para onde ir.

Não teve os luxos do nascimento de uma criança de classe média alta e teve que se comportar, haja vista estivesse sob escolta policial, não enfermagem, para atendê-la. Espero que não tenha sido algemada à cama e acabou de ir amamentar seu filho no chão úmido e mofado de uma cadeia pública, onde estava detida, porque não lhe foi reconhecido seu direito à liberdade, seja por Vossa Excelência, seja pelo Juiz de Direito.

Há uma questão, senhora promotora, que supera a questão jurídica.

É assustador imaginar que a senhora não tenha visto naquela criança que nascia um pouco de sua criança que traz em seu ventre.

É assustador imaginar que a senhora, justamente por se encontrar grávida, não tenha visto, com os olhos da alma, o terror de uma mulher amamentar o filho que acabara de nascer, num pedaço de espuma, entre cobertores velhos, num chão batido de uma cela infecta. Não posso crer que esse momento lhe tenha também passado despercebido.

Não posso imaginar que alguém possa trazer consigo tanta ausência de compaixão humana que tenha se permitido participar de uma situação, cuja insensibilidade me traz as piores e mais amargas lembranças da História.

Nas leituras que seu bom médico deve ter sugerido durante sua gestação, certamente, alguma coisa existe – não é autoajuda – no sentido de demonstrar que os primeiros momentos de vida de um ser humano são cruciantes e que poderão ter consequências para o resto de sua vida.

Gente muito melhor do que qualquer jurista concurseiro que lhe tenha dado milhares de dicas, disse isso: Freud, Melanie Klein, John Bowlby. Procure saber deles, que diriam certamente que teria sido menos desumano que a senhora e o juiz que acolheu seu infeliz pedido atirassem na mãe. A senhora, fique certa, contribuiu para uma enorme dor que essa criança haverá de carregar por toda a vida. O terror da mãe transmitiu-se ao filho, não sabia?

Enquanto a senhora há de amamentar teu filho ou tua filha em todas as condições de conforto e segurança, livre do medo, livre do pavor de alguém apartá-la da cria, sem o terror de ver grades de ferro à frente, ela ficou com todos os pavores internalizados. Enquanto a senhora há de desfrutar justa licença-maternidade, em que poderá se dedicar exclusivamente a apresentar o mundo ao doce e bem-vindo recém chegado filho ou filha, ela estará a dizer a seu filho que ele nasceu na cadeia, nasceu preso, nasceu atrás de grades, nasceu encarcerado.

Seria duríssimo, mas inevitável se a falta cometida fosse de tamanha gravidade que não se acenasse ao horizonte uma solução menos gravosa. Mas, haveria de ser do conhecimento de Vossa Excelência, como deve ser do Magistrado, que o STF de há muito pacificou essa questão e essa mulher terá direito a penas restritivas. Isto é, jamais poderia ter permanecido presa, pela singela razão de ter o direito de ser posta em liberdade.

É o que diz a Constituição Federal: ninguém será levado à prisão ou nela mantido, quando a lei admitir a liberdade provisória, com ou sem fiança, no art. 5º, inciso LVI.

A senhora e seu Magistrado agiram com abuso de direito, percebe?

Permito-me dizer que aprendi, dentro do Ministério Público, que não se pode fazer Justiça sem compaixão, sem amor pelo próximo, sem respeito pelas pessoas. Caso se caia nessa cilada, somente se produzirá terror, como esse que a senhora produziu. A Justiça Criminal, cara ex-colega promotora, se mede a partir do direito de liberdade.

Aliás, quem diz maravilhosamente sobre isso é também um ex-integrante do MPSP, Ministro Celso de Mello. Sugiro que a senhora procure ler e estudar um pouco mais, um pouco além desses manuais catastrofistas que colocam os promotores e juízes como agentes de segurança pública, algo que nunca foram e nunca serão. Leia mais humanistas, é evidente a falta que lhe fazem.

Vossa Excelência, quando voltavas para casa, uma lágrima por aquela criança nascida na cadeia, chegou derramar?

Pela mãe abusivamente presa, em algum momento, chegou a ver na barriga dela a mesma barriga que é a sua? Em algum momento dessa tua vida, conseguiu pensar que aquela mulher lhe é igual em tudo? Que o fruto de vosso ventre nascerá como nasceu o dela? Que amamentará seu filho como ela amamentou o dela? Que mecanismo mental foi esse que quebrou uma identificação que haveria de ser imediata?

Onde, enfim, Vossa Excelência deixou a humanidade que deve legar a seu filho?

Com respeito,

Roberto Tardelli, Advogado e Procurador de Justiça Aposentado. 

Candidatos recebem cartões de identificação para o concurso público da Educação

http://www.sec.ba.gov.br/assinatura-expresso.pngOs cartões de identificação dos candidatos inscritos no concurso público para professor e coordenador pedagógico da rede estadual de ensino já estão disponíveis. O documento com os locais onde serão realizadas as provas, no dia 25 de fevereiro, foi encaminhado para o e-mail cadastrado no formulário de inscrição e, também, pode ser visualizado no portal da Fundação Carlos Chagas http://www.concursosfcc.com.br.  No documento, será possível visualizar o número da inscrição, endereço onde a prova será aplicada, o horário, a data e o número da sala. O concurso, promovido pelas secretarias estaduais da Educação e da Administração (SAEB), oferece

3.760 vagas, sendo 3.096 para professores e 664 para coordenadores pedagógicos da rede estadual de ensino.

Ao todo foram inscritos 103,5 mil candidatos. Os portões serão abertos às 8h30 e fechados às 9h (horário local). As provas terão duração de 4h30 para candidatos ao cargo professor e de 3h30 para coordenador pedagógico. O candidato deverá comparecer ao local munido de caneta esferográfica de material transparente de tinta preta ou azul.

As provas serão aplicadas nas cidades de Alagoinhas, Amargosa, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Caetité, Eunápolis, Feira de Santana, Guanambi, Ipirá, Irecê, Itaberaba, Itabuna, Itapetinga, Jacobina, Juazeiro, Jequié, Macaúbas, Paulo Afonso, Ribeira do Pombal, Salvador, Santa Maria da Vitória, Seabra, Serrinha, Santo Antônio de Jesus, Senhor do Bonfim, Teixeira de Freitas, Valença e Vitória da Conquista, conforme opção indicada pelo candidato no ato da inscrição.

Somente será admitido à sala de provas o candidato que estiver devidamente portando documento de identidade original, que legalmente o identifique, como: Carteiras e/ou Cédulas de Identidade expedidas pelas Secretarias de Segurança Pública, pelas Forças Armadas, pela Polícia Militar, pelo Ministério das Relações Exteriores; Cédula de Identidade para Estrangeiros; Cédulas de Identidade fornecidas por órgãos públicos ou conselhos de classe que, por força de Lei Federal, valham como documento de identidade. É importante levar, também, o cartão de identificação no dia das provas, pois ele contém dados necessários para melhor orientação do candidato.

Provas – O concurso contará com três etapas: provas objetiva, discursiva e de títulos (com previsão para abril de 2018). As vagas para professor são nas áreas de Arte, Biologia, Educação Física, Filosofia, Física, Geografia, História, Língua Inglesa, Língua Portuguesa, Matemática, Química e Sociologia, sendo exigida formação específica e diploma concedido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Para coordenador pedagógico é exigida formação em Pedagogia, também com reconhecimento do MEC. Em todos os casos, a carga horária semanal é de 40 horas.

Tragédia: Ônibus e carretas se envolvem em acidente grave e deixam 6 mortos na BR-020

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, seis mortes já foram confirmadas; bombeiros de Goiás falam em mais de 20 feridos. Local é de pista simples e tem ultrapassagem proibida.

Um ônibus e duas carretas se envolveram em um grave acidente na manhã desta quinta-feira (15), na BR-020, em Formosa, cidade goiana do Entorno do Distrito Federal. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), ao menos seis mortes já estão confirmadas. Além disso, conforme os bombeiros de Formosa, mais de 20 pessoas ficaram feridas.

Uma das laterais do ônibus, onde havia mais de 40 ocupantes, ficou completamente destruída. Além da PRF, o Corpo de Bombeiros de Goiás foi acionado para atender a ocorrência. Os bombeiros do Distrito Federal também ajudam no atendimento e enviaram um helicóptero e sete ambulâncias para o local. Algumas vítimas foram encaminhadas para hospitais do DF.

A colisão ocorreu no KM 45 da rodovia, entre os povoados de JK e Bezerra. A pista está interditada nos dois sentidos. Policiais controlam o trânsito no local. De acordo com a PRF, o trecho onde houve a colisão é de pista simples. A ultrapassagem no local é proibida.

O que diz a empresa

Em nota, a empresa Expresso Guanabara, sediada em Fortaleza (CE) e responsável pela linha, informou que o acidente aconteceu por volta de 6h30. O veículo estava com 43 passageiros a bordo e o motorista. O ônibus saiu de Cajazeiras, na Paraíba, às 16h35 de terça-feira (13) e seguia para Goiânia.

O motorista tinha tido 20 horas de descanso antes de assumir o volante. A empresa enviou de imediato uma força-tarefa de Brasília para prestar a assistência necessária aos passageiros. A Guanabara informou que vai prestar toda assistência necessária às vítimas e que os familiares dos passageiros podem entrar em contato pelo telefone 0800-7281992. TV Anhanguera.

Tristeza: Vocalista de banda de forró é encontrado morto ao lado da moto, em estrada

Segundo o empresário, os primeiros levantamentos da pericia apontam que o cantor faleceu por asfixia, pois o corpo estava sob uma poça de água.

O vocalista Murilo Moura, da Banda Aquarius, foi encontrado morto na madrugada desta terça-feira (13). Conforme o empresário do grupo, Erilson Hermes, o corpo do cantor foi localizado em uma estrada em Chã do Couve, distrito de Surubim (PE), ao lado da moto dele.

A Polícia ainda investiga a morte de Murilo. “Ele passou todos os dias de Carnaval de folga. Dizem que ele foi numa festa em Jucá Ferrado, em Pernambuco. Ele foi levar um cantor da banda Aquarius em casa na moto dele. Ele deixou e retornou sem problemas. Na madrugada, recebemos a informação que Murilo foi encontrado desacordado. Era por volta de 4h”, declarou Hermes.

Ainda segundo o empresário, os primeiros levantamentos da pericia apontam que o cantor faleceu por asfixia, pois o corpo estava sob uma poça de água.

Murilo Moura tinha 29 anos. Ele deixou esposa e um filho de nove meses. O corpo dele foi encaminhando para o Instituto Médico Legal (IML) de Caruaru. O último adeus aconteceu na cidade de Frei Miguelinho, no Agreste de Pernambuco, terra natal do artista de apenas 28 anos de idade. Assista:[ fonte blog do marcelo ]

point do acai

 

 

vereador eduardo do sindicato

ciro leto

 

clinica ima corpus

pocoes cell

j guilherme






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia