WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia



thiago inacio

 

diego oliveira engenheiro

Fevereiro 2018
D S T Q Q S S
« jan    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728  





marcus solla acougues angelica cidade jardim deputado fabricio

:: ‘Destaque3’

REFLEXÃO/ ADRIANO CRUZ POÇÕES24HORAS

[VEJAM O VIDEO]MARATONA MUSICAL NESSE DOMINGO DIA 14 DE JANEIRO COM A PRESENÇA DE NETINHO DO FORRO A PARTIR DAS 20 HORAS NO CLUBE RECLEATIVO DE POÇÕES

Alô lorão, meu patrão!
Olha só quem vai estar na próxima noite da Maratona Musical,

o Vaqueiro Cantador ‘’Netinho do Forró’’.

Netinho foi convidado para ser júri, mas lógico que vamos pedir uma palhinha da sua marcante voz.
E aí, vai perder a próxima noite do maior concurso cultural da região?

Te esperamos no CRP!

Neste Domingo dia 14 de Janeiro a partir das 20:00 h no Clube Recreativo de Poções

Serão 12 vozes concorrendo a 6 vagas para a semifinal

#MaratonaMusical #ÉShow

O samba é o dono da festa e a alegria contagia o VIII Festival de Reisado de Boa Nova.

                                                     Dias 13 e 14 de Janeiro na praça da bandeira.
Você é o nosso convidado para essa grande festa popular.
Realização Diretoria Municipal de Cultura e Terno de Reis dos Ferreira
Apoio Prefeitura Municipal de Boa Nova e comunidade boanovense

OITAVO FESTIVAL DE REIOSADOS DA CIDADE DE BOA NOVA ACONTECE 13 E 14 DE JANEIRO APOIO PREFEITURA MUNICIPAL DE BOA NOVA

OS CLASSIFICADOS DA MARATONA MUSICAL DESSE DOMINGO DIA 07/01/2018

Banda Forrozão faz show gratuito em Prado neste sábado (30)

Resultado de imagem para cidade de prado bahia fotosDando início às comemorações pela chegada do ano de 2018, a banda Forrozão, comandada pelo cantor Léo Fera, se apresenta gratuitamente neste sábado (30), às 22h30 horas, na Praça de Eventos de Prado. O aquecimento começará às 19 horas com a apresentação de Cesinha Show e Kássio & Banda. A noite contará, também com shows das bandas Miami Hit e Virou Bahia. A ação é uma iniciativa da Prefeitura municipal de Prado com patrocínio da Bahiatursa.

Para entreter moradores e turistas que chegam à cidade para aproveitar o verão, a Prefeitura Municipal de Prado preparou uma programação extensa. Além dos shows do dia 30, na noite da virada estão programadas as apresentações das bandas As Duas Forças, City Banda, Swing Mais, Dé Di Macaé e do cantor Tatau. No dia 1o de Janeiro, Daniel Show e Lú Reis comandam a Festa de Yemanjá e, dando sequência à programação do “Verão Paraíso”, tema do verão 2018, serão realizadas Mostras de Dança na Praça da Matriz e na praia do Novo Prado e o projeto Pôr do Sol na Praça Redonda, começando dia 30 de dezembro e seguindo por todos os finais de semana de janeiro, sempre à partir das 17 horas, com apresentações de música instrumental da pianista Bibi Gomes e do trompetista Marinho do Trompete.

A cidade de Prado, localizada no Extremo Sul da bahia, conta com 84 quilômetros de praias e 8 mil leitos de hospedagem. É considerada o melhor ponto de hospedagem para quem pretende visitar o Parque Nacional Marinho de Abrolhos, realizar passeios de  barco ou mergulhar nos recifes de corais de Timbebas e Guaratiba.

Veja o convite do cantor Léo Fera: https://youtu.be/z8sDKBNVemo

Veja mais fotos de Prado: https://flic.kr/s/aHskzw4Hug

MPT enfatiza a importância de veto proibindo amianto na Bahia Governador vetou o respectivo dispositivo, conforme solicitado pelo MPT em nota técnica Lei permitia o uso da fibra cancerígena até 2026 para produção de cloro-soda.

Resultado de imagem para AMIANTOBRASÍLIA – O Ministério Público do Trabalho (MPT) considera como mais uma vitória contra o amianto o veto do governador da Bahia, Rui Costa. a dispositivo de lei que permitia o uso do mineral cancerígeno no estado. A Lei nº 13.830/2017, como foi aprovada pela Assembleia Legislativa, permitia a comercialização do estoque de amianto existente para a produção do cloro-soda, até 2026, na Bahia. A industrialização, comercialização e a distribuição da fibra foi banida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no dia 29 de novembro, por 7 votos a 2.

O procurador-geral do Ministério Público do Trabalho, Ronaldo Fleury, destaca a relevância da decisão do governador. “Diante do firme posicionamento do STF, que já declarou a inconstitucionalidade da lei federal que permitia o uso do amianto crisotila, não há motivo para que a lei baiana caminhasse em sentido contrário à Constituição Federal, ao direito à vida e à saúde”, declarou Fleury. No dia 21 de dezembro, o MPT encaminhou nota técnica pedindo o veto do dispositivo.

Para a gerente do Programa Nacional de Banimento do Amianto, a procuradora do Ministério Público doTrabalho Márcia Kamei, o veto do dispositivo ao projeto de lei que permitia o uso do amianto na Bahia demonstra o compromisso do governador do estado com a saúde do trabalhador e da população.

“Houve sensibilidade para tratar dessa questão, já que o povo baiano, especialmente a população de Bom Jesus da Serra e Poções, sofrem até hoje os efeitos da exposição ao amianto – ainda que a produção desse fibra cancerígena tenha se encerrado no final da década 60. Não seria razoável que, justamente este estado, continuasse permitindo o uso do amianto até o ano de 2026”, afirmou Márcia Kamei. “O banimento imediato do amianto, como determinou o Supremo Tribunal Federal, é fundamental. Não há uso seguro dessa substância mineral cancerígena”, acrescentou a procuradora.

Nota técnica – Assinada pelo procurador-geral do Trabalho, Ronaldo Fleury, e pelo procurador-chefe do MPT na Bahia, Luis Carlos Gomes Carneiro Filho, a nota técnica contra o artigo do projeto de lei denunciava o “vício de inconstitucionalidade material, em razão de que a autorização para aproveitamento econômico do agente químico cancerígeno amianto crisotila foi expurgada do ordenamento jurídico brasileiro por vulnerar os princípios constitucionais da saúde (dos trabalhadores) e da higidez do meio ambiente (do trabalho, inclusive)”.

O documento destacou ainda que no caso “do uso do amianto no processo industrial de eletrólise para produção de cloro, verifica-se, de forma hialina, que se trata de uma típica negligência do setor empresarial, que não investiu, a tempo e modo, na modernização de suas plataformas industriais. Nesse contexto, busca o setor econômico ocultar sua incúria sob uma colcha de retalhos costurada com a agulha imprópria do princípio da segurança jurídica e linha inadequada do Projeto de Lei nº 20.985/2014”.

O MPT também informou, no documento, que a planta industrial baiana de cloro-soda é a única no Brasil que resiste à adequação do seu processo industrial de forma a prescindir do amianto. Todas as demais indústrias no restante do território nacional já adequaram o seu processo produtivo e há muito tempo já não utilizam mais o amianto, “o que revela, sem margem a dúvida, que a alteração é tecnologicamente viável”.

Malefícios – Não há dúvida científica ou jurídica acerca dos malefícios do amianto à saúde humana. Cânceres de pulmão, laringe, faringe, estômago, ovário e testículos podem estar relacionados à sua exposição. A asbestose, conhecida como “pulmão de pedra”, é outra doença de diagnóstico relacionado. Há ainda os mesoteliomas, cânceres extremamente agressivos que podem atingir a pleura (tecido que reveste o pulmão), o pericárdio (tecido que reveste o coração), ou o peritônio (tecido que reveste o aparelho disgestivo), sem cura conhecida e com prognóstico de poucos meses de sobrevida após o diagnóstico.

Desde 2012, o Ministério Público do Trabalho inseriu no planejamento estratégico da instituição, o Programa de Banimento do Amianto. A atenção especial destinada ao tratamento da questão se justifica pelos dados exaustivamente publicados pela Organização Mundial de Saúde – OMS, que atribui ao amianto a responsabilidade por quase 50% dos cânceres de origem ocupacional.

Supremo – O julgamento STF foi sobre duas ações, que questionavam uma lei do Rio de Janeiro, que proíbe o uso do amianto no estado. As ações defendiam o cumprimento de um artigo da Lei Federal 9.055/1995, que permite o uso controlado do material. Esse mesmo tema já havia sido julgado, em agosto, em outra ação contra a lei do estado de São Paulo. O STF baniu a fibra em SP, mas não estendeu para todo o país porque faltava na época quórum para declarar a inconstitucionalidade da lei federal. O quórum foi alcançado no dia 29 de novembro, e por 7 votos a 2, o Supremo baniu o amianto. A decisão inédita não permite nem o Congresso Nacional aprovar outra lei para o uso do produto cancerígeno.

Assessoria de Comunicação do Ministério Pùblico do Trabalho

Procuradoria-Geral do Trabalho

Nove pessoas são presas em Paratinga

Operação conjunta das policiais Civil e Militar para cumprir 13 mandados de prisão temporária visa reprimir o tráfico de drogas e os CVLIs

Nove pessoas foram presas durante a Operação Medusa, deflagrada, na quinta-feira (7), na cidade de Paratinga, visando o cumprimento de 13 mandados de prisão temporária. O objetivo era combater o tráfico de drogas e os crimes violentos, intencionais e letais (CVLIs), na cidade.
Sob o comando do delegado Marcos Aurélio Porto, da Delegacia Territorial (DT/Paratinga), os policiais prenderam: Hilmar Santos Sousa, o “Paçoca”, Sérgio Góes dos Santos, o “Doze Dedos”, Antônio Marcos Rodrigues Viana, Armando Ramos de Almeida, Gildásio dos Santos Farias, Atenilton dos Santos Gonçalves, Marisa Rodrigues da Conceição Viana, Cleiton Araújo Magalhães e Matusalém Dos Santos Gonçalves.
Participaram da operação quatro equipes das 24ª e 26ª Coordenadorias Regionais de Polícia do Interior, Coorpins de Bom Jesus da Lapa e Santa Maria da Vitória, respectivamente, duas guarnições da Polícia Militar, sendo uma da 28ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Paratinga) e da Rondesp Oeste.Operação conjunta das policiais Civil e Militar para cumprir 13 mandados de prisão temporária visa reprimir o tráfico de drogas e os CVLIs

Trio de ladrões é preso em São Desidério

Ação rápida dos policiais da delegacia local deteve os criminosos momentos depois de assaltarem uma loja da Casa BaianaPoliciais da Delegacia Territorial (DT) de São Desidério prenderam, na tarde da quarta-feira (6), os ladrões Wellington Ramos dos Santos, Antônio Gonçalves dos Reis Júnior e Tiago dos Santos, que momentos antes haviam assaltado uma loja da Casa Baiana, na região central daquela cidade.
De acordo com o delegado Carlos Ferro, titular da DT/São Desidério, tão logo a unidade foi comunicada sobre o crime, ele reuniu uma equipe e saiu em diligência. A primeira abordagem foi a um taxi, cuja placa de Barreiras, chamou a atenção. Os três homens a bordo, ao perceberem se tratar de policiais, fugiram.
Um deles, porém, o Wellington, foi contido e dentro do carro foi encontrado um revólver calibre 32, com numeração raspada. A arma foi apreendida. Os outros dois acabaram sendo localizados depois em dois lugares diferentes. Antônio, por exemplo, foi perseguido e detido logo depois de atravessar um canal que corta cidade. Um popular ajudou na ação.
Já o terceiro, Tiago dos Santos, só foi localizado mais tarde, numa ação que contou com o apoio de prepostos da Polícia Militar, que fizeram uma varredura num matagal, além das margens do canal que corta a cidade. Todos foram conduzidos à delegacia e autuados, pelo delegado Carlos Ferro, por roubo e porte ilegal de arma de fogo. Todos os objetos da loja e pertences de clientes subtraídos foram recuperados e devolvidos.

Operação prende 18 envolvidos com furto de gado

Além de cumprirem os mandados de prisão, equipes das Coorpins de Guanambi e Bom Jesus da Lapa, Rondesp e Cipe/Sudoeste apreenderam armas e maconhaUma operação conjunta das polícias Civil e Militar, deflagrada em Carinhanha e Malhada, nas primeiras horas desta terça-feira (5), cumpriu mandados de prisão preventiva e temporária expedidos contra 18 integrantes de uma quadrilha de furto de gado em propriedades rurais, naquelas cidades.
Batizada de “Boi Branco”, a operação reuniu equipes da 22ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), com sede em Guanambi, além da 24ª Coorpin de Bom Jesus da Lapa, do 17º Batalhão de Policia Militar (BPM), Cipe/Sudoeste e Rondesp de Vitória da Conquista.
Tinham mandados de prisão temporária, Rafael Raimundo Ferreira de Macedo, o “Dão de Cola”, Sérgio Evangelista Sales, Lucas dos Santos Martins, José Cardoso da Silva, o “Zezinho”, Marcos Batista, Amós da Rocha Ribeiro, o “Amós de Marcelo”, Cleicimário Coelho Nascimento, o “Caca”, Josafá Saraiva Primo, o “Lú do Mercadinho Avistão”, Neuraci Pereira do Nascimento, o “Neuraci”, Francisco Pereira Barros, o “Chico do Açougue”, Paulo César Gonçalves de Souza, o “Cezinha”, Agnaldo Silva Moreira, “Dal”, Etelvir de Jesus Brito, Vitorino Amaral de Brito, o “Zinho”, e José Carlos Alves Ferreira.
Já Euder Ribeiro da Silva, o “Dinho”, Jocivaldo Ferreira dos Santos, o “Joca”, e Maurício Moraes Ribeiro tiveram cumpridos os mandados de prisão preventiva em aberto. O coordenador da 22ª Coorpin/Guanambi, delegado Clécio de Magalhães Chaves, informou que Euder e Maurício já têm passagens pela polícia por roubo a banco. Todos os presos ficarão custodiados na carceragem daquela unidade policial, à disposição da Justiça.
As equipes que participaram da operação “Boi Branco” apreenderam ainda sete espingardas, um revólver e pequena quantidade de maconha. Quatro motocicletas, sendo uma delas roubada, e todas com sinais de adulterações, também foram encontradas e apreendidas. O material foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT), onde será periciado.Além de cumprirem os mandados de prisão, equipes das Coorpins de Guanambi e Bom Jesus da Lapa, Rondesp e Cipe/Sudoeste apreenderam armas e maconha

point do acai

 

 

vereador eduardo do sindicato

ciro leto

 

clinica ima corpus

pocoes cell

j guilherme






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia