WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia



thiago inacio

 

diego oliveira engenheiro

Janeiro 2018
D S T Q Q S S
« dez   fev »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  





marcus solla acougues angelica cidade jardim deputado fabricio

:: jan/2018

VEJAM O VIDEO CÂMERA DE SEGURANÇA FRAGA ASSALTO HOJE A NOITE NA RUA VITORIA DA CONQUISTA

HOJE DIA 31/01/18 2 ELEMENTOS EM UMA MOTO ABORDARAM UM JOVEM NA RUA VITORIA DA CONQUISTA POÇÕES-BA LEVANDO O CELULAR DO JOVEM A MOTO É UMA TITAN VERMELHA COM DOIS INDEVIDOS UM DE CAPACETE BRANCO O OUTRO PRETO CAMISAS VERMELHAS E AZUL

Presidente do PT rebate Roma: “para Neto, preocupação de Rui com o povo mais pobre é mesquinhez”

[Presidente do PT rebate Roma: 

O presidente estadual do PT na Bahia, Everaldo Anunciação, reagiu às declarações do chefe de gabinete da prefeitura de Salvador, João Roma, durante entrevista concedida nesta quarta-feira (31) ao apresentador José Eduardo, na Metrópole FM.

Roma criticou as declarações do governador Rui Costa (PT), que afirmou ter recebido reclamações de comerciantes e vendedores insatisfeitos com o modelo de financiamento do Carnaval de Salvador, promovido pela prefeitura municipal.

“Eu fui abordado pelos comerciantes, que todo ano montam barracas, falando da dificuldade que vai ser no Carnaval, pois parece que o patrocinador oficial já pagou o que tinha que pagar ao município e agora eles não têm mais como montar as barracas. Estão no desespero. E se montarem ainda tem que fazer propaganda, ou seja, além de não ter ajuda da cervejaria, terão que bancar do próprio bolso e com isso ainda ter que vender com exclusividade a marca e fazer propaganda da marca”, criticou Rui Costa.

Roma, por sua vez, bradou: “Essa postura do governador, em vez de apoiar as ações que não são para gestão A ou B, são para toda a gente da Bahia, mostra uma mesquinhez da política. Eu fico decepcionado com esse tipo de postura do governador Rui Costa”.

E o presidente do PT não quis deixar a provocação sem resposta: “Para ACM Neto, preocupação de Rui com o povo mais pobre é mesquinhez. Esse foi o recado dado por João Roma. O chefe de gabinete do prefeito deixou claro que a prioridade da Prefeitura é fechar parcerias comerciais e o povo fica em último plano”.

Notícias relacionadas:

Rui critica exclusividade de patrocinadora do Carnaval e promete acionar MP em defesa dos ambulantes
“Mostra uma mesquinhez política”, reage Roma após Rui Costa criticar modelo do Carnaval de Salvador

Região de Conquista: Dois elementos são mortos em confronto com a Caesg em Itambé

Policiais receberam denúncia anônima de que os indivíduos estavam armados e traficando drogas no bairro Felipe Achy.

Dois elementos envolvidos no tráfico de drogas foram mortos em confronto com a Caesg na madrugada dessa quarta (31) em Itambé. Morreram Lucas Bispo de Souza (Palitó) e Jamilton Santos Souza (Binho). Os policiais Militares receberam informes que elementos se encontravam armados e traficando drogas no Bairro Felipe Achy (Paraguai). A Caesg, juntamente com a VTR do Pelotão de Itambé, se deslocaram para o local, ao chegarem foi detectado que os elementos efetuaram tiros contra as guarnições, que revidaram a agressão, sendo os dois elementos baleados no confronto, os bandidos foram socorridos para o Hospital local, não resistindo e vindo a óbito. A PM continuou em operação no local, sendo preso Gilberto Rodrigues Santos e uma menor de 14 anos. Itapetinga Agora

Após ser cotado para vice de Rui, Antônio Brito diz que seu nome “não surgiu por acaso”

[Após ser cotado para vice de Rui, Antônio Brito diz que seu nome “não surgiu por acaso” ]

Após ter sido mencionado como um possível quadro do PSD para ocupar a vaga de vice na chapa majoritária do governador Rui Costa (PT), o deputado federal Antônio Brito afirmou que a lembrança do seu nome não foi “por acaso”.

“Quando a gente discute chapa a gente olha a última eleição. Tive 160 mil votos na última eleição, fui o quarto deputado federal mais votado do estado. Meu nome não surgiu por acaso”, declarou, em entrevista ao programa Se Liga Bocão, na Itapoan FM, nesta terça-feira (30).

Atualmente o posto de vice está com João Leão, do PP. Caso a sigla opte por uma das vagas ao Senado, a pedida pela vice ficaria com o PSD, com destaque aos nomes de Brito e Angelo Coronel – presidente da Assembleia Legislativa da Bahia.

Com o jogo ainda em aberto, Antonio Brito diz que trabalha em torno de sua reeleição à Câmara dos Deputados, contudo seguirá de perto o desenrolar das tratativas locais. “Se o partido, Otto Alencar, os deputados federais e estaduais decidirem isso [que eu seja vice], sem problema nenhum. Na construção partidária, sou soldado do PSD. Sou pré-candidato a reeleição a deputado federal. Aprendi em Eclesiastes que tudo acontece ao seu tempo, quando Deus quer. Estou tranquilo, viajando, visitando e se o povo quiser, estou preparado”.

Antes de finalizar, porém, o pessedista disse que há clima de rivalidade com o correligionário Angelo Coronel e que a prioridade é preservar a unidade do grupo. “Se ele for escolhido, vou apoiar com muito gosto”.

Traficante tem mandado cumprido em Cajazeiras

Ícaro, que estava com a prisão temporária decreta pela morte de Anderson da Silva Lima, também é investigado por outro assassinato em Cajazeiras XI O traficante Ícaro da Luz Santos, de 22 anos, teve o mandado de prisão temporária cumprido, na segunda-feira (29), no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), depois de ser preso em Cajazeiras XI, por policiais da 3ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM).
Ícaro é acusado de participar, junto com mais três comparsas, do assassinato de Anderson da Silva Lima, ocorrido em abril de 2016, naquele bairro. O crime foi motivado por um desentendimento entre a vítima e um dos envolvidos no homicídio, depois da compra de uma motocicleta.
De acordo com o delegado Reinaldo Mangabeira, da 2ª Delegacia de Homicídios (DH/Central), Ícaro, que já tem passagem por receptação e porte ilegal de arma, também é investigado pela morte de Alisson Jorge de Souza Santana, em dezembro do ano passado, em Cajazeiras XI.
Ascom/Priscila Carvalho

Conquista: Homem com passagens é executado na porta de residência no São Vicente

Bruno Públio Falcão, vulgo “Rato”, foi morto a tiros dentro de um veículo na Av. Fernando Espínola, no bairro São Vicente, em Vitória da Conquista. A vítima e sua esposa deixava uma criança numa residência de familiares. A mulher teria ouvido os estampidos, quando retornava ao carro. Segundo testemunhas, dois homens numa motocicleta pararam ao lado do veículo e atiraram em “Rato”. O Samu 192 foi acionado, mas Bruno morreu enquanto era entubado. De acordo com a polícia, “Rato” já foi preso por estelionato. Em agosto de 2015 ele foi preso em um suposto esquema de golpe que rendia R$ 450 mil por mês. Blitz Conquista.

Sem Lula, disputa por vaga no segundo turno se acirra, diz Datafolha

[Sem Lula, disputa por vaga no segundo turno se acirra, diz Datafolha]

Em uma possível corrida presidencial sem Luiz Inácio Lula da Silva (PT), quatro candidatos disputariam uma vaga no segundo turno contra Jair Bolsonaro (PSC), de acordo com a primeira pesquisa do Datafolha após a condenação do petista em segunda instância.

Levantamento realizado na segunda (29) e na terça (30) mostra que, caso o ex-presidente seja barrado pela Lei da Ficha Limpa, seus votos ficariam pulverizados entre diversos nomes e a briga pelo segundo lugar seria acirrada.

Bolsonaro lidera o principal cenário sem a presença de Lula, com 18% das intenções de voto. Ele aparece à frente de Marina Silva (Rede), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB) e Luciano Huck (sem partido).

Marina lidera o segundo pelotão, com 13%. Ciro (10%), Alckmin (8%) e Huck (8%) estão tecnicamente empatados.

O Datafolha fez 2.826 entrevistas em 174 municípios. A margem de erro é de dois pontos para mais ou menos.

Apesar de aparecer como primeiro colocado nessa situação, Bolsonaro parou de crescer. Ele oscilou negativamente em todos os quadros apresentados na pesquisa, em comparação com o levantamento de novembro.

No início de janeiro, reportagens da Folha de S.Paulo revelaram que o patrimônio de Bolsonaro e de sua família se multiplicou depois que ele entrou na política, e que o deputado recebe auxílio-moradia da Câmara apesar de ser dono de apartamento em Brasília.

No segundo turno, Bolsonaro seria derrotado tanto pelo ex-presidente Lula (49% a 32%) quanto pela ex-senadora Marina Silva (42% a 32%).

Lula conserva força eleitoral mesmo condenado a 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro pelo TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região).

O petista lidera o primeiro turno em todos os cenários em que seu nome é apresentado, com apoio de 34% a 37% do eleitorado. No segundo turno, venceria Alckmin e Marina, além de Bolsonaro.

Com a condenação, Lula pode ser declarado inelegível com base na Lei da Ficha Limpa, mas pode recorrer a tribunais superiores ou esperar uma decisão do TSE sobre sua candidatura, o que só deve ocorrer em setembro.

Caso o PT precise substituir Lula na urna eletrônica, o levantamento do Datafolha mostra que o potencial do petista de transferir votos para um apadrinhado pode ter ficado abalado.

O percentual de eleitores que dizem que não votariam em um candidato apoiado pelo ex-presidente subiu de 48%, em novembro, para 53%. Outros 27% dizem que o apoio de Lula influenciaria a escolha “com certeza”, e 17% afirmam que “talvez” votassem no nome indicado por ele.

A saída de Lula da disputa impulsiona principalmente Marina Silva e Ciro Gomes. Ao comparar cenários com e sem a participação do ex-presidente, Marina passa de 8% para 13%, enquanto Ciro cresce de 6% para 10%.
PATINANDO
Outros candidatos também crescem quando Lula está fora do páreo, mas de forma mais tímida: tanto Geraldo Alckmin quanto Luciano Huck sobem de 6% para 8%.
No cenário sem Lula, um dos possíveis candidatos do PT, o ex-governador baiano Jaques Wagner, aparece com 2%. O percentual de eleitores que diz não saber em quem votar ou que votaria em branco ou nulo sobe de 16% para 28% quando o ex-presidente não é um dos candidatos.
O apresentador da Rede Globo reaparece na pesquisa numericamente empatado com o governador paulista. Huck afirmou, em artigo publicado em novembro na Folha de S.Paulo, que não será candidato, mas dirigentes partidários ainda acreditam que ele pode disputar a Presidência.
Favorito para se candidatar ao Planalto pelo PSDB, Alckmin patina em todos os cenários apresentados pelo Datafolha. O tucano tem de 6% a 11% das intenções de voto.
A dificuldade de Alckmin em subir nas pesquisas provocou questionamentos dentro de seu próprio partido sobre a viabilidade de sua candidatura.
Potencial adversário interno, o prefeito paulistano João Doria aparece com até 5%.

Poder de transferência de voto de Lula sofre abalo, aponta Datafolha

[Poder de transferência de voto de Lula sofre abalo, aponta Datafolha]

A condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do tríplex de Guarujá (SP) pode ter impactado seu potencial de transferir votos para outro candidato, caso ele fique fora da disputa presidencial.

A nova pesquisa do Datafolha aponta que o percentual de eleitores que não votariam em um nome apoiado pelo petista subiu de 48%, em novembro, para 53%.

O poder da indicação de Lula -apelidado, na política, de “dedaço”- é considerado o grande ativo do PT depois que a sentença Tribunal Regional Federal da 4ª Região reduziu as chances de sua participação na eleição.

Para os petistas, o apoio do ex-presidente é a única maneira de impulsionar o possível substituto de Lula caso ele seja declarado inelegível. Por enquanto, a principal alternativa, o ex-governador da Bahia e ex-ministro da Casa Civil Jaques Wagner (PT), não passa de 2% na pesquisa.

A rejeição ao candidato apoiado pelo petista, porém, voltou a superar metade do eleitorado, depois de uma leve recuperação na pesquisa anterior. Em setembro, esse percentual
chegara a 55%.

Ainda assim, o levantamento mostra que o efeito do apoio do ex-presidente petista na disputa pode ser considerável.

Outros 27% dos entrevistados pelo Datafolha dizem que o apoio de Lula influenciaria “com certeza” sua escolha, e 17% afirmam que “talvez” votassem no nome indicado por ele.

MORO

A influência do petista é comparável à do juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba e responsável pela Operação Lava Jato, que condenou Lula em primeira instância no ano passado.

Segundo o Datafolha, 50% dos eleitores não votariam no candidato apoiado pelo magistrado, enquanto 25% seguiriam sua indicação e outros 22% dizem que poderiam votar nesse nome.

Outros potenciais padrinhos teriam dificuldade em turbinar as campanhas de seus afilhados.

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) teria influência certa sobre 11% dos eleitores e possivelmente sobre outros 22%. Já 64% dos entrevistados rejeitariam a indicação feita pelo tucano, que governou o país entre 1995 e 2002.

Nada que se compare, no entanto, à fragilidade do atual presidente na transferência de votos.

Michel Temer (MDB) é o cabo eleitoral mais impopular nos cenários apresentados pelo Datafolha: 87% afirmam que não votariam no candidato que tiver seu apoio.

Apenas 4% escolheriam esse nome e mais 8% disseram que poderiam seguir a indicação.

Notícia relacionada:

Sem Lula, Bolsonaro lidera pesquisa para presidente; Wagner tem 2%

Ministro do STJ nega habeas corpus de Lula contra prisão

O ministro Humberto Martins, vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou na noite desta terça-feira o habeas corpus preventivo da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra a possibilidade de que ele seja preso após o julgamento de recursos contra sua condenação no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4). A prisão de Lula depois dos recursos foi definida pelo próprio TRF4 na última quarta-feira, na sessão em que a 8ª Turma do tribunal sentenciou Lula a 12 anos e um mês de prisão.

“Parece-me, ao menos, por ora, que não há configuração de ato consubstanciador de constrangimento à sua liberdade de locomoção”, afirma Martins na decisão, tomada cerca de sete horas depois de o recurso ser protocolado

Dez defensores do ex-presidente solicitavam liminarmente que ele pudesse recorrer em liberdade contra a condenação ao próprio STJ e ao Supremo Tribunal Federal (STF). Para os advogados, há “certeza” de que o petista sofrerá um “constrangimento ilegal” com sua prisão “em breve espaço de tempo”.

Como a pena imposta a Lula no TRF4 foi a mesma nos votos dos desembargadores João Pedro Gebran Neto, Leandro Paulsen e Victor Laus, só cabe aos defensores dele recorrerem ao tribunal com embargos de declaração, que são julgados em um curto espaço de tempo. Caso as punições tivessem sido distintas, ou a condenação tivesse sido decidida por 2 votos a 1, haveria a possibilidade de empregar embargos infringentes, que costumam levar mais tempo até uma decisão.

Para o ministro do STJ, no entanto, não há fundamento na hipótese de que o ex-presidente está na iminência de ser detido. “O fundado receio de ilegal constrangimento e a possibilidade de imediata prisão não parecem presentes e afastam o reconhecimento, neste exame limitado aos requisitos dos provimentos de urgência, da configuração do perigo da demora, o que, por si só, é suficiente para o indeferimento do pedido liminar”.

Bahia: Funcionários de hospital são demitidos após dançarem “Que Tiro Foi Esse”. VÍDEO

Hospital Santa Izabel ainda enviou nota alegando que a gravação vai “contra os pilares da sua existência”, e diz que exige total foco de seus servidores, durante horário de trabalho.

Não é novidade que o hit “Que Tiro Foi Esse?”, de Jojo Maronttinni, tem feito a cabeça de muita gente. Várias pessoas gravaram e postaram vídeos fazendo coreografia, que consiste em simular que tomou um tiro, cair e levantar dançando. O problema é que em alguns casos os vídeos têm trazido problemas. Esse foi o caso de dois funcionários do Hospital Santa Izabel, em Salvador. Eles gravaram e divulgaram o vídeo realizando a coreografia na unidade hospitalar, usando uniforme, crachá e até uma cadeira de rodas. O caso chegou à direção da Santa Casa da Bahia, gestora do Hospital Santa Izabel, que demitiu os funcionários envolvidos. Assista:

“A instituição entende que a gravação vai de encontro a um dos pilares de existência da Santa Casa que é o atendimento de excelência ao paciente. O vídeo mostra funcionários em horário de trabalho, sem autorização expressa da instituição, fardados e que deixaram pacientes esperando pelos seus serviços para gravar um vídeo de humor. Centenas de pacientes são atendidos diariamente num hospital e, muitas vezes, a demanda por procedimentos é maior do que a capacidade, por isso, a dedicação e entrega da equipe é o que faz a diferença num atendimento humanizado e de qualidade. Por fim, informamos que todo o procedimento de demissão foi feito dentro das normas legais, respeitando os direitos dos funcionários”. Bocão News.

point do acai

 

 

vereador eduardo do sindicato

ciro leto

 

clinica ima corpus

pocoes cell

j guilherme






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia